Venda de jornais e revistas na Madeira mantém-se

Por a 30 de Março de 2020

FunchalEste domingo o presidente do governo regional da Madeira, Miguel Albuquerque, anunciou que os quiosques do arquipélago deixariam de vender revistas e jornais, sendo esta uma das novas medidas para conter a expansão da covid-19.

No entanto, a Presidência do Governo Regional da Madeira esclareceu esta segunda-feira que, afinal, os estabelecimentos de comércio de jornais e revistas podiam continuar a funcionar no arquipélago.

Assim, nos quiosques e lojas de venda de jornais e revistas fica proibida a permanência de clientes no seu interior, devendo os produtos ser colocados à disposição do público à porta ou ao postigo. Devem ser garantidas distâncias de segurança de, pelo menos, dois metros.

Deixe aqui o seu comentário