A crescer em plena pandemia: impressoras, portáteis e máquinas de café. Comércio online dispara 84 por cento

Por a 27 de Março de 2020

computadorA venda de bens tecnológicos apresentou uma quebra de 18 por cento entre 16 e 22 de Março, em comparação com a semana homóloga do ano passado. A venda de smartphones caiu 54 por cento, os televisores 34 por cento e as máquinas de lavar 21 por cento, segundo dados GfK.

No entanto, na semana em que foi decretado o estado de emergência em Portugal, houve categorias relacionadas com home office registaram subidas significativas nas vendas. Foi o caso das impressoras multifuncionais (+231 por cento) e dos computadores portáteis (+62 por cento). No segmento dos pequenos electrodomésticos, as vendas máquinas de café subiram 46 por cento.

Na semana entre 16 e 22 de Março também se assistiu a uma mudança significativa em termos de canal de venda. Se no canal de venda offline (lojas físicas) as vendas contraíram, em valor, 28 por cento, no caso das vendas online assistiu-se a uma progressão de 84 por cento.

Deixe aqui o seu comentário