FPF produz conteúdos infantis e prepara série de animação

Por a 31 de Março de 2020

Dicas_Super_QuinasAs mascotes da selecção nacional protagonizam uma campanha de sensibilização da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) dirigida ao público infantil e transmitida em parceria com o canal Panda. Na calha está a estreia de uma série de animação infantil cuja produção, adianta ao M&P fonte oficial do organismo que tutela o futebol nacional, é totalmente assegurada pela Federação. Sem confirmar, para já, se a série terá igualmente transmissão no canal infanto-juvenil detido pela Dreamia, a mesma fonte refere apenas que “há uma parceria com o Panda para a transmissão destes primeiros conteúdos”, preferindo não revelar mais detalhes nesta fase.

A campanha Dicas dos SuperQuinas, constituida por um conjunto de vídeos de animação que abordam temas como higiene, alimentação ou actividade física, antecede assim o lançamento da série de animação que, antecipa a FPF em comunicado, “brevemente levará estes e outros conteúdos pedagógicos a todas as crianças portuguesas, demonstrando que o desporto, e o futebol em particular, pode servir de exemplo para inspirar valores transversais a toda a sociedade”.

Após o primeiro vídeo, já no ar, a campanha contará com a divulgação de novos conteúdos, que serão disponibilizados ao longo das próximas semanas no canal Panda e nas plataformas digitais da Federação e do canal da Dreamia. “A iniciativa é um reforço pedagógico importante, quer na necessidade emergente do contexto actual quer nas rotinas futuras em casa ou na escola”, justifica a FPF, apontando que o objectivo passa por “sensibilizar as crianças portuguesas e ajudar as famílias a promover hábitos e comportamentos de uma forma lúdica e divertida”.

“Num momento em que todos os meninos e meninas do país estão em casa, a FPF pretende inspirá-los com uma campanha de sensibilização para que, também eles, estejam informados do que podem fazer e como o devem fazer”, afirma a entidade, explicando que a parceria com o canal Panda pretende que “esta campanha tenha uma forte presença no dia-a-dia das crianças e uma maior relevância pedagógica”. “Um esforço conjunto para sensibilizar este público para comportamentos que deverão ser adoptados por todos, sem nunca aludir especificamente ao vírus covid-19”, sublinha a FPF.

Deixe aqui o seu comentário