Clientes do Mercadona têm de usar luvas enquanto fazem compras

Por a 23 de Março de 2020

mercadonaOs supermercados continuam a ajustar as condições de acesso às lojas, perante o cenário de pandemia de covid-19. A Mercadona decidiu adoptar a medida de uso obrigatório de luvas pelos clientes durante o processo de compras. São luvas do mesmo tipo utilizado na secção de frutas e legumes, que passam a estar disponíveis na zona das entradas dos supermercados. Também é pedido aos clientes que limpem com gel desinfectante a pega do carrinho.  As medidas também foram adoptadas em Espanha, o quarto país do mundo com maior número de infectados com o novo coronavírus.

Na via de acesso público a cada supermercado Mercadona, estará marcada uma distância mínima de dois metros entre as pessoas que aguardam a sua vez de entrar. No interior das lojas também estarão marcados no chão os limites de dois metros no chão da secção da peixaria e na linha de caixas.

Entre outras medidas, o Mercadona definiu que passam a ter prioridade os idosos com mais de 70 anos, pessoas com deficiência, com mobilidade reduzida, grávidas e acompanhantes necessários, assim como de profissionais de saúde, elementos das forças e serviços de segurança, protecção e socorro, forças armadas e prestação de serviços de apoio social.

Outras cadeias de supermercados também avançaram com grupos de clientes que têm atendimento prioritário. O Continente, por exemplo, inclui profissionais de saúde, forças e serviços de segurança, de protecção e socorro, pessoal das forças armadas e prestadores de serviços de apoio social, maiores de 70 anos, pessoas com deficiência ou incapacidade imunodeprimidos e portadores de doença, grávidas e pessoas acompanhadas de crianças de colo.

Reacção ao coronavírus: Continente lembra que cada um tem de fazer a sua parte (com vídeo)

Deixe aqui o seu comentário