Desporto feminino vale 14 por cento das notícias dos desportivos

Por a 18 de Fevereiro de 2020

desportoO desporto feminino representa apenas 14 por cento das notícias dos jornais desportivos nacionais, com o futebol excluído da equação, concluiu um estudo desenvolvido na Universidade de Coimbra e que analisou as notícias dos três jornais desportivos nacionais (A Bola, O Jogo e Record).

“Quando temos em consideração que a percentagem de mulheres a participar nos dez desportos incluídos para a análise era de cerca de 40 por cento em 2016, conseguimos perceber como todos os jornais têm um défice de cobertura de desportos femininos”, concluiu o artigo, citado pela Lusa, que partiu das conclusões da tese de mestrado de Pedro Saraiva em Sociologia, na Universidade de Coimbra.

O estudo recorreu a uma amostra que passou por escolher uma semana, de forma aleatória, em cada um dos anos analisados, e analisar a cobertura de três dias dessa semana, nos mesmos jornais diários de desporto, ao longo de 20 anos. Ao longo dessas duas décadas não houve qualquer tendência de crescimento ou redução do número de artigos publicados, quando a expectativa seria “um aumento da cobertura”, refere o estudo.

Ao todo, foram analisados 1.207 artigos e 1.207 fotografias, num total de 186 edições de cada um dos jornais entre 1996 e 2016, que cobrissem as dez federações desportivas que contassem com o maior número de federados em 2014 em Portugal, excluindo o futebol.

Deixe aqui o seu comentário