ANI distribui 20 mil euros para premiar jornalismo de inovação

Por a 26 de Fevereiro de 2020

logo_pnji_ani_coresA edição deste ano do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação (PNJI), criado pela Agência Nacional de Inovação (ANI) em 2018, contará com cinco categorias e atribuirá prémios no valor de 20 mil euros. A iniciativa, que volta a contar com o apoio da Entidade Reguladora para a Comunicação Social e do Sindicato dos Jornalistas, recebe candidaturas até ao próximo dia 22 de Março. O objectivo, explica-se em nota de imprensa, passa por “premiar o jornalismo e os jornalistas especializados nas áreas de inovação, particularmente de base científica e tecnológica”, bem como “aproximar a comunidade jornalística da comunidade científica e tecnológica” e “valorizar o Jornalismo de Inovação enquanto um poderoso instrumento de serviço público”.

“Com esta 3ª edição do PNJI, pretende-se, tal como acontece noutros países, continuar a dar maior relevância a esta temática, através de uma iniciativa que premeie os melhores trabalhos jornalísticos neste domínio, contribuindo para uma maior visibilidade da inovação feita em Portugal e do seu impacto económico e social”, aponta a organização. Nacional Escrito, Nacional Audiovisual, Nacional Áudio, Nacional Multimédia e Regional são as cinco categorias a concurso, com prémios de quatro mil euros por categoria, sendo ainda atribuída a Menção Honrosa Academia com o objectivo de reconhecer os trabalhos jornalísticos produzidos por estudantes de uma instituição de ensino superior portuguesa. Os vencedores serão conhecidos numa entrega de prémios que terá lugar no próximo dia 31 de Julho.

Deixe aqui o seu comentário