Venda da Media Capital à Cofina aprovada por accionistas da Prisa

Por a 29 de Janeiro de 2020

TVIEstá dado mais um passo para a conclusão do negócio de aquisição da Media Capital, com os accionistas da Prisa a aprovarem, esta quarta-feira, a alienação de 100% do capital da Vertix SGPS à Cofina. O acordo formalizado no passado dia 20 de Setembro, agora aprovado em assembleia-geral extraordinária de accionistas do grupo espanhol, estabelece o grupo Cofina Media irá adquirir “100% das acções em que se divide o capital social da Vertix SGPS, SA, o que implica a transmissão indirecta de 94,69% do capital do grupo Media Capital SGPS, SA”.

Em comunicado publicado no site do regulador do mercado de capitais espanhol, relativo à assembleia-geral extraordinária de accionistas da Prisa, relembra-se ainda que o contrato de compra e venda “foi modificado em alguns aspectos de modo a conferir maior certeza de execução à operação mediante uma adenda subscrita a 23 de Dezembro de 2019”. Recorde-se que, nessa altura, o valor do negócio da compra da Media Capital pela Cofina, que tinha sido inicialmente avaliado em 255 milhões de euros, foi revisto em baixa, fixando-se nos 205 milhões.

No comunicado enviado à CMVM a 23 de Dezembro, a Prisa informava que o preço de aquisição era revisto para os 123,29 milhões de euros, valor que, somado à dívida da Media Capital, resulta numa avaliação da Media Capital em 205 milhões de euros. O valor inicial da avaliação do grupo dono da TVI e da Media Capital Rádios era de 255 milhões de euros.

“A alteração acordada entre as parte estabelece o preço final da transacção, sem possibilidade de ajustes de 123.289.580 euros, sobre uma base de um valor de empresa (enterprise value) de 205.000.000 euros. Esta alteração reflecte o acordo entre as partes para dar total segurança na execução da operação”, referia o comunicado, sublinhando que “a execução da operação continua a avançar favoravelmente” por parte das autoridades regulatórias e de concorrência, pelo que a expectativa é de que o negócio esteja concluído no “primeiro trimestre de 2020”. A Prisa não esclarecia, contudo, as razões que levaram à desvalorização do negócio da Media Capital em 50 milhões de euros.

Também para esta quarta-feira está marcada a assembleia-geral da Cofina, onde será votada a alteração de estatutos e o aumento de capital com vista à concretização do negócio.

Deixe aqui o seu comentário