Os problemas na hora de abrir uma embalagem

Por a 13 de Janeiro de 2020

sangue
Quase metade (41 por cento) dos consumidores europeus já se lesionaram a abrir uma encomenda, por causa de embalagens de difícil abertura, avança um estudo da DS Smith.

De acordo com os resultados 78 por cento das pessoas já se sentiram frustradas com embalagens que não conseguiram abrir. De todas as pessoas inquiridas, a geração entre os 18 e os 24 anos é a que apresenta maior propensão para se sentir frustrada a abrir embalagens, optando mais rapidamente por deixar de comprar certas marcas.

Como comenta José Oliveira, director comercial da DS Smith Packaging Portugal, “este estudo vem demonstrar que muitas marcas e lojas online não estão a dar a devida atenção à necessidade de tornar as embalagens mais fáceis de abrir. Verificámos que, em média, os consumidores europeus gastam 39 dias a abrir embalagens, ao longo da sua vida. Os europeus, cada vez mais, se sentem frustrados com esta situação e a indiferença das empresas para este problema pode estar a fazê-las perder milhões de euros por ano”.

O estudo contou com uma amostra oito mil pessoas, de Itália, Alemanha, Espanha, Polónia, França e Reino Unido.

Deixe aqui o seu comentário