Ogilvy despede 80 pessoas no mercado norte-americano

Por a 15 de Janeiro de 2020
John Seifert Ogilvy

John Seifert, CEO global da Ogilvy

“A volatilidade do portfólio de clientes” ou a “redução de budgets e pressões sobre o pricing” estão entre os motivos que levaram a Ogilvy a avançar com o despedimento de 80 profissionais em nove escritórios nos EUA. A medida, que representará um corte de 3,7% na força de trabalho da agência de publicidade do grupo WPP no mercado norte-americano, elimina diversos lugares de liderança nos vários escritórios, poupando apenas os departamentos financeiro e de recursos humanos. A informação está a ser avançada pela Advertising Age, que terá tido acesso a um comunicado interno emitido por John Seifert, CEO global da Ogilvy.

Um dos motivos apontados pelo responsável para os resultados menos positivos no segundo semestre de 2019, que estarão na origem da medida, é “a volatilidade do nosso portfólio de clientes”, ao que se soma o facto de que, “apesar de novas conquistas importantes, enfrentámos redução de budgets e pressões sobre pricing, mudanças constantes no tipo de trabalho que fazemos, além das dinâmicas de um modelo de negócio baseado em projectos que torna as previsões para o ano e o planeamento financeiro muito desafiadores”. O objectivo desta reestruturação passa por alcançar uma melhor performance do negócio da agência em 2020.

Deixe aqui o seu comentário