Edição M&P: Desafios que podem influenciar o investimento publicitário

Por a 9 de Janeiro de 2020

K_mep-Mont_853Fique a conhecer os temas em destaque na edição desta quinzena do Meios & Publicidade. Em destaque está o facto de o crescimento publicitário em 2020 manter-se em linha com os valores do ano passado, a rondar os três por cento. Nesta edição analisamos quatro temas que podem fazer mexer o mercado: Cofina/Media Capital, medição de audiências de TV, chegada do Disney+ e futuro do Nónio.

Entrevista: “Os sites de desinformação são um negócio muito rentável”
O jornalista Paulo Pena tem publicado no Diário de Notícias várias investigações sobre o mecanismo e impacto das fake news e da desinformação em Portugal. O seu mais recente livro Fábrica de Mentiras: Viagem ao Mundo das Fake News mostra como a desinformação está já instalada. São 40 sites que têm um alcance mínimo de 2,5 milhões de portugueses. “Estes sites têm mecanismos muito profissionais de atingir as suas audiências, como a utilização de bots, soluções informáticas para a disseminação através de perfis falsos ou a criação de páginas de grupos no Facebook”, refere.

Um mundo em mudança
Não há ano que não arranque com as tendências e as grandes previsões das consultoras, empresas ou associações. Fazemos um apanhado das que têm impacto na área do marketing.

Nem só de carne vivem estas marcas
São cada vez mais os portugueses que optam por uma alimentação com menos produtos de origem animal, mesmo que não se assumam como vegetarianos ou vegan. Oportunidade de negócio que faz com que marcas cujo core business tem sido tradicionalmente a carne e outros produtos de origem animal se tornem também ‘flexitarianas’ na sua oferta.

Regresso ao passado
Os 80 anos da marca Casal Garcia são um pretexto para fazer uma viagem no tempo na comunicação da marca através de postais, calendários, mapas e cartazes.

Entrevista: “As agências vivem a dor de como se transformam num mundo influenciado pelo digital”
Transformação digital, sustentabilidade, activismo e inovação, segundo Luís Rasquilha. Luís Rasquilha, que lançou em 2009 a consultora AYR dedicada às tendências e inovação, mudou-se em 2011 para o Brasil onde é agora CEO da Inova Consulting e da Inova Business School. Em Portugal o profissional passou pela Caetsu, Ogilvy, WOP, Multipublicações, INP, ETIC e United Media.

Investimento publicitário mantém rota em 2020
O crescimento do investimento publicitário em 2020 deverá manter-se em linha com os valores com que terá encerrado o último ano, a rondar os três por cento. As previsões apontam para a manutenção da rota, quer em volume quer ao nível da redistribuição, com o acentuar das tendências internacionais. Em três questões, os responsáveis de algumas das principais agências de meios a operar em Portugal antecipam o que esperar do novo ano.

Temas que prometem pôr o mercado a mexer
A aquisição da Media Capital pelo grupo Cofina antecipa-se já como o negócio do ano no sector dos media e posiciona-se provavelmente como o tema mais quente a agitar o mercado em 2020. Mas há mais três tópicos com potencial para fazer mexer os ponteiros do investimento publicitário: o concurso da medição de audiências em TV, a entrada no mercado português do Disney+ e o futuro do Nónio.

versão completa desta edição em formato e-paper é exclusiva para subscritores do M&P. Pode comprar apenas esta edição  ou efectuar uma assinatura do M&P aqui obtendo o acesso imediato. Para mais informações contacte: Graça Dias – 215 825 426 – [email protected]

Deixe aqui o seu comentário