Directora comercial da News Corp denuncia cobertura editorial dos incêndios na Austrália e demite-se

Por a 10 de Janeiro de 2020

rupert-murdochA directora comercial do grupo de media News Corp, de Rupert Murdoch, demitiu-se depois de denunciar a cobertura “perigosa e irresponsável” que os jornais do grupo têm feito dos incêndios na Austrália.

Segundo relata a Lusa, num email para o responsável do grupo, Michael Miller, e distribuído por todos os funcionários da News Corp, Emily Townsend acusou os jornais do grupo de tentarem promover a falsa ideia de que os incêndios se devem a actos criminosos.

“Tenho sentido um impacto severo da cobertura das publicações da News Corp relativamente aos fogos, especialmente a campanha de informação falsa que tem tentado desviar a atenção da questão real das alterações climáticas, destacando a questão de fogos postos (muitas vezes deturpando factos)”, escreveu no e-mail, citado pela Lusa. “Considero inconcebível continuar a trabalhar para esta empresa e saber que estou a contribuir para a disseminação de negações e mentiras sobre as alterações climáticas”, escreveu Townsend, que trabalhou na News Corp durante cinco anos.

“As notícias que vi no The Australian, no The Daily Telegraph e no Herald Sun não são apenas irresponsáveis, são também perigosas e prejudiciais para as nossas comunidades e para o nosso planeta, que precisa que reconheçamos a destruição e sobre a qual precisamos de começar a actuar”, referiu.

Imagens falsas ou antigas, informação errada e até mapas fictícios partilhados por cidadãos, partidos políticos e celebridades têm estado a contaminar a cobertura dos fogos na Austrália divulgada nas redes sociais, destaca a Lusa.

Deixe aqui o seu comentário