Grupo extremista reivindica ataque à produtora de Porta dos Fundos

Por a 27 de Dezembro de 2019

netflixUm grupo de extrema-direita reivindicou a autoria de um ataque com cocktails molotov contra a sede da produtora brasileira do programa humorístico Porta dos Fundos, ocorrido a 24 de Dezembro, no Rio de Janeiro.

De acordo com um vídeo que circula na internet, os alegados autores do ataque disseram pertencer ao Comando da Indulgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira.

“Nós, do Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira, reivindicamos a acção directa revolucionária que buscou justiçar os anseios de todo o povo brasileiro contra a atitude blasfema, burguesa e antipatriótica que o grupo de militantes marxistas culturais Porta dos Fundos tomou quando produziu o seu Especial de Natal”, justificaram os supostos autores do atentado num vídeo online.

O ataque ocorreu depois do lançamento a 3 de Dezembro de uma sátira de Natal no Netflix. Nesse episódio especial de Natal, que tem como título A Primeira Tentação de Cristo, Jesus é representado como um jovem que terá tido uma experiência homossexual e também se insinua que Maria e José viveram um triângulo amoroso com Deus.

Deixe aqui o seu comentário