Audiências TV: SIC atinge em Novembro os melhores resultados do ano

Por a 3 de Dezembro de 2019

quadro 1
A análise de audiências de TV da agência de meios Initiative, que integra o grupo IPG Mediabrands, revela que em Novembro a SIC reforçou a liderança de canais, atingindo em Novembro os melhores resultados do ano.

A estação de Paço de Arcos terminou o mês com uma audiência média de 419 mil telespectadores e um share de 23.1% (+0.6 p.p. versus Outubro). Este resultado foi reflexo da transmissão dos jogos a contar para a Liga Europa, bem como a performance positiva dos produtos de ficção do canal. Neste mês, TVI e RTP1 também conquistaram telespectadores, com a transmissão de jogos de futebol a estar em destaque. A estação de Queluz registou um share de 16% (+0.4 p.p. face a Outubro) e a estação de televisão pública 15.5% (+0.9 p.p. vs. Outubro).

No sentido inverso e na sequência dos eventos desportivos transmitidos pelos canais generalistas, esteve o conjunto dos canais Pay TV que revelou uma quebra de -1.7 p.p. vs. Outubro, terminando o mês com um share de 41.8%.

Analisando a média de todas as emissões de cada programa, RTP1, TVI e SIC contam com um programa no top 3 dos mais vistos do mês, com o futebol a dominar a atenção dos portugueses. A RTP1 transmitiu os dois jogos de apuramento da Selecção Nacional para o Euro 2020 e a média desses programas manteve 2,1 milhões de portugueses agarrados ao ecrã. Já os jogos a contar para a Liga dos Campeões foram o segundo programa mais visto do mês, com uma audiência média de 2 milhões de telespectadores e um share de 44.4%. A completar o top 3 dos mais vistos do mês estiveram os jogos de FC Porto e Sporting CP, a contar para a Liga Europa, que contaram com uma audiência média de 1,5 milhões de telespectadores.
quadro 2

Descartando os eventos desportivos no top de programas, destaque para os programas de ficção da SIC. Nazaré, com uma audiência média de 1,3 milhões de telespectadores, Terra Brava e a temporada final de Golpe de Sorte, ambos com uma audiência média de 1,2 milhões de telespectadores, foram os mais vistos do mês.

Novembro foi um mês com poucas novidades no que à renovação das grelhas de programas diz respeito. Ainda assim, menção para estreia do novo programa de sábado à tarde na TVI – Sábado na TVI. Apresentado por Mónica Jardim e João Montez, o novo produto de divertimento da estação de Queluz apresentou no acumulado do mês uma audiência média de 414 mil telespectadores, a que correspondeu um share de 14.5%.

quadro 3
De destacar também o aumento de audiências da RTP1 aos domingos, após a estreia da nova temporada de The Voice Portugal. Desde o início da transmissão do concurso musical, o canal aumentou a sua quota de share aos domingos em mais 3.1 p.p. (14.7%), contrastando com os 11.6% apresentados antes da emissão do programa.

Avaliando a quota do share de canais por período horário e considerando o total da semana, de destacar a liderança da SIC durante as manhãs (19.2%), horas de almoço (30.3%) tardes (18.7%), prime-time (27.5%) e noite (22.6%) e a liderança no pré-prime pela RTP1 (21%) e no período late night pela TVI (10.4%).

Relativamente aos canais Pay TV, CMTV liderou com 4.9% de share de audiência, seguindo-se Globo (2.6%), Hollywood (2.3%) e SIC Notícias (1.9%).
quadro 4

Fonte: Initiative initiative

Deixe aqui o seu comentário