Patrocinadores afastam-se do príncipe André

Por a 20 de Novembro de 2019

AndreA operadora Bristish Telecom anunciou que recusa continuar a apoiar um programa de financiamento de aprendizagem digital, o Inspiring Digital Enterprise Award (iDEA), caso o príncipe André continue a ser o seu patrocinador.

O filho da monarca de Inglaterra tem sido criticado por não se ter distanciado do bilionário norte-americano Jeffrey Epstein, encontrado morto em Agosto dentro da prisão onde estava detido, enquanto aguardava julgamento sob acusações de tráfico sexual e abuso de menores.

O príncipe André deu uma entrevista este sábado ao programa Newsnight, da BBC, sobre o tema, não tendo conseguido convencer a opinião pública e patrocinadores de que não esteve envolvido em qualquer comportamento suspeito.

Não foi apenas a BT a pronunciar-se. Já antes o banco britânico Standard Chartered tinha decidido não renovar a sua parceria com o príncipe, que termina em Dezembro. A KPMG indicou que não irá prolongar o contrato de patrocínio com a associação [email protected] Por sua vez o Barclays mostra-se “preocupado com a situação e pronto a reconsiderar a sua posição”.

Deixe aqui o seu comentário