Se precisa de ver para crer esta campanha da APAV é para si (com vídeo)

Por a 4 de Outubro de 2019

Cartaz APAVDespertar consicências para a frequência e “quase omnipresença no dia-a-dia da sociedade” dos crimes associados ao mundo digital é o objectivo de uma nova campanha da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV). Com criatividade a cargo da Carmen, agência criativa do YoungNetwork Group, a campanha pretende, nas palavras de Ricardo Estrela, porta-voz da associação, “sensibilizar a sociedade em geral para a magnitude dos problemas em torno do cibercrime.” “Agora responsáveis pela Linha Internet Segura, queremos apoiar o maior número de vítimas possível e ajudar no combate aos crimes digitais”, justifica.

Para activar a campanha, que tem como claim “Não é preciso ver para crer”, foi criada uma exposição nas Carpintarias de São Lázaro, em Lisboa, intitulada “Exposição de Armas do Séc. XXI”. No entanto, em vez de uma exposição de equipamentos militares, os visitantes eram supreendidos por exposição de equipamentos digitais como telemóveis ou computadores, as “armas” que permitem os cibercrimes.

“Quisemos promover ao máximo o nosso lado criativo e conceder o maior impacto possível a esta campanha, através de uma exposição disruptiva e através de uma comunicação estratégica que nos permitisse causar o maior impacto possível”, refere Ana Luísa Paiva, chief operations officer do YoungNetwork Group, considerando que “este é mais um serviço essencial para a sociedade que agora a APAV disponibiliza e o qual nos orgulhamos em apoiar”.

Deixe aqui o seu comentário