Edição M&P: José Manuel Oliveira, Brexit e eventos sustentáveis

Por a 4 de Outubro de 2019

K_mep-Mont_847A edição desta quinzena do Meios & Publicidade apresenta os vencedores da 17ª edição dos Prémios. No entanto, há mais para ler. Destaque para a entrevista a José Manuel Oliveira, CEO da Marktest, para os depoimentos de sete profissionais da publicidade e comunicação sobre o impacto do Brexit e ainda para um trabalho especial dedicado aos “eventos verdes”. Os espaços de opinião são assinados por João Paulo Luz (Impresa) e Ricardo Tomé (Media Capital Digital). Confira todos os temas.

“O mercado internacional representa 30 por cento da facturação global do grupo”
O netAudience, principal estudo de audiências digitais do país, completa um ano. Ponto de partida para a entrevista a José Manuel Oliveira, CEO da Marktest.

Entre o que foi e o que poderá ser
O processo de saída do Reino Unido da União Europeia continua num impasse. Que impacto terá o Brexit no ecossistema criativo e na capacidade de o Reino Unido continuar a ser uma referência mundial em termos de criatividade e de atracção de talento? Sete profissionais portugueses que lá trabalham ou que recentemente saíram do país partilham as suas opiniões. Apesar da incerteza em relação ao que vem a seguir, têm a convicção de que Londres não irá perder o estatuto de capital da criatividade.

“Uma sociedade mais analítica tomará decisões de forma mais consciente, transparente e mensurável”
Considerado um dos mais importantes cientistas de dados do Brasil, Ricardo Cappra antevê que a análise de dados será uma competência transversal dos cidadãos e não algo ao alcance de alguns.

Como a Optivisão quer crescer
A Optivisão, com a maior rede de ópticas do país, apresenta a segunda maior quota de mercado. André Brodheim, administrador do grupo, explica em que ponto está o negócio.

“Somos mais do que uma energética low cost”
Ana Pinho, marketing manager da Prio, explica por que chegou o momento de falar de qualidade associada à poupança.

Mais devagar aconselha a Esporão
Esporão já não é sinónimo de Alentejo. Entrou no Douro, na cerveja artesanal e agora nos vinhos verdes. Isto de um grupo que defende Mais.Devagar.

As marcas globais criadas pela Unlock a partir de Lisboa
A Unlock nasceu com vontade de trabalhar a nível global. Resultado: este ano apresentou as marcas Expo 2021 e Mundial de Futebol 2022.

Quem é quem no marketing da nova mobilidade
O mercado dos modos partilhados de transporte, como bicicletas, trotinetas, scooters e carsharing já vale mais de 50 milhões de euros só na capital portuguesa. De acordo com a Câmara Municipal de Lisboa, actuam na cidade 17 operadores que gerem 30 mil viagens por dia. Numa altura em que a oferta está a ser alargada a outros concelhos, quisemos saber quem são os profissionais que lideram a comunicação e marketing destas marcas. A Uber preferiu não identificar quem coordena a área.

Especial: Até onde pode um evento ser amigo do ambiente?
São cada vez mais as marcas que, nos eventos para o grande público, querem mostrar-se alinhadas com a defesa do ambiente. Mas até que ponto é realmente possível produzir um evento “verde”? E será a sustentabilidade uma preocupação real já praticada nos eventos corporativos, bem como nos eventos públicos?

Aceda aqui ao jornal em formato e-paper Acesso livre para assinantes M&P Plus ou então com um custo de cinco euros  para compra digital. 

Deixe aqui o seu comentário