Tendências nos hábitos alimentares dos portugueses: menos carne e disponíveis para pagar mais

Por a 4 de Setembro de 2019

supermercadoMais de metade dos portugueses inquiridos no II Grande Inquérito sobre Sustentabilidade mostram-se dispostos a reduzir o consumo de carne e estão disponíveis para pagar mais por carne de produção mais sustentável, avança a Lusa.

Segundo os dados do II Grande Inquérito sobre Sustentabilidade em Portugal, desenvolvido por investigadores do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, mais de metade (50,6%) dos inquiridos manifestaram disposição para a reduzir o consumo de carne e para seguir uma alimentação de base vegetal (45,1%). Cerca de metade (46,6%) mostrou-se disponível para pagar mais por carne proveniente de métodos de produção mais sustentável.

Entre os inquiridos que manifestam maior disposição para a mudança de hábitos destacam-se as mulheres, os inquiridos com nível de escolaridade elevado (ensino superior) e os residentes em áreas metropolitanas.

O estudo refere ainda que cinco por cento dos inquiridos já seguem uma alimentação de base vegetal – sete ou mais refeições de base vegetal ao almoço/jantar, numa semana habitual, num total de 14 refeições possíveis. Coordenado pelas investigadoras Luísa Schmidt e Mónica Truninger, o estudo baseia-se em 1.600 inquéritos a residentes em Portugal.

Deixe aqui o seu comentário