Uber usa Lisboa como porta de entrada de serviço de partilha de bicicletas na Europa

Por a 28 de Fevereiro de 2019

image006Lisboa será a primeira cidade europeia a receber, através da Uber, o sistema de partilha de bicicletas eléctricas dockless Jump, lançado em 2017 nos EUA. O serviço, que promete uma cobertura de 90% da capital portuguesa e estará disponível 24h, chega com um total de 750 bicicletas eléctricas que, com o sistema dockless, permitem ao utilizador viajar pelo município e estacionar a bicicleta no final de cada viagem nas zonas autorizadas disponíveis na cidade. “Estamos entusiasmados em lançar as bicicletas elétricas Jump em Lisboa e contribuir para que mais pessoas consigam viajar em alternativa ao carro próprio”, refere, em nota de imprensa, o co-fundador e CEO da Jump, Ryan Rzepecki, apontando o objectivo de “oferecer mais opções de mobilidade e reduzir o congestionamento de tráfego em Lisboa”.

Para Miguel Gaspar, vereador da Mobilidade e Segurança da Câmara Municipal de Lisboa, “a Jump pode ser um importante complemento da rede Gira, gerida pela EMEL, que já faz parte das opções de mobilidade de quem vive e trabalha em Lisboa”. “No âmbito da promoção dos transportes sustentáveis e activos, a autarquia de Lisboa encoraja a prossecução destes serviços de mobilidade partilhada que são, cada vez mais, uma alternativa ao uso do automóvel particular”, afirma o vereador, admitindo que “estes novos modos de transporte trazem novos desafios às cidades, que precisam de se adaptar para os receber”.

“A Câmara de Lisboa trabalha em estreita colaboração com cada operador para que a utilização e o estacionamento destes novos modos de transporte respeitem as regras de segurança e o espaço público, de forma a garantir a segurança de todos”, assegura Miguel Gaspar, sublinhando que “é com satisfação que o município de Lisboa recebe a Jump e torna-se na primeira cidade europeia a disponibilizar este sistema de bicicleta partilhadas aos seus munícipes”.

Deixe aqui o seu comentário