Discovery terá planos pós-Brexit para deslocalizar hub europeu de Londres

Por a 28 de Maio de 2018

Discovery CorporateO grupo norte-americano Discovery, que detém canais como o Eurosport ou o próprio Discovery Channel, estará a planear o encerramento do seu hub europeu em Londres, que funciona como plataforma de emissão de mais de 100 canais em toda a Europa. A informação é avançada pelo The Guardian, jornal que dá conta da existência de planos para deslocalizar o quartel-general do gigante televisivo norte-americano na Europa para Amesterdão ou Varsóvia. As duas localizações estarão em cima da mesa caso o processo de negociação do Brexit não inclua um acordo a nível europeu para a área da televisão/broadcasting, sendo que o encerramento do hub de Londres deverá afectar mais de 100 postos de trabalho, embora o grupo continue a empregar cerca de 1300 pessoas no Reino Unido, mercado onde produz programas e assegura a emissão de 16 canais para os telespectadores britânicos.

A mudança seria acompanhada pela passagem a um sistema de transmissão digital baseado nos Estados Unidos, pelo que o grupo justifica os planos garantindo que “isto é parte da nossa visão para avançarmos para um modelo tecnológico e operacional mais ágil”. “Isto não tem nada a ver com o Brexit, tem tudo a ver com o facto de a inovação tecnológica estar no centro da nossa companhia e da nossa marca”, assegurou uma porta-voz da Discovery em declarações ao The Guardian. No entanto, segundo o jornal, para lá da passagem a uma plataforma de emissão digital, o grupo estará a equacionar um novo local para o seu hub europeu, com opções em Amesterdão, onde também o Netflix tem o seu quartel-general na Europa, ou Varsóvia, sendo a Polónia o país de Kasia Kieli, profissional que assumiu recentemente o cargo de liderança da Discovery para a Europa.

Deixe aqui o seu comentário