Fim da Cosmopolitan em Portugal e Super Interessante a partir de Espanha ditam saída da G+J do mercado português

Por a 4 de Janeiro de 2017

pjimageA editora alemã G+J, responsável pelas edições portuguesas da Cosmopolitan e da Super Interessante através da ligação que mantém com a Motorpress, vai deixar o mercado português em definitivo até ao final do ano. A informação foi avançada ao M&P por João Ferreira, director-geral da G+J Portugal e da Motorpress, que confirmou a descontinuação da Cosmopolitan em Portugal, situação que justifica com um “segmento de mercado saturado e vendas em banca a decrescer, sem vislumbre de mudança”. O fim da edição portuguesa do título feminino, que passou a ser assegurada pela G+J Portugal depois do terminada a joint-venture entre a Impresa e a Hearst, resulta na saída de dois trabalhadores da redacção.

Além da Cosmopolitan, o portfólio da G+J Portugal inclui ainda mais dois títulos, as revistas Bebé d’Hoje e Super Interessante, sendo esta última a única publicação que a editora mantém no mercado nacional uma vez que, refere João Ferreira, “a Bebé d’Hoje já estava a ser descontinuada”. Sobre o destino da Super Interessante, o director-geral da editora adianta que “a partir de meados do ano a operação da revista passará a ser efectuada a partir de Espanha”. Questionado sobre se, uma vez que a G+J fica apenas com a Super Interessante em Portugal mas assegurada a partir de Espanha, isso significa que a editora sairá em definitivo do mercado nacional e deixará de ter a ligação que mantém actualmente à Motorpress Lisboa, João Ferreira confirmou ao M&P que “até ao final do ano isso irá acontecer”, assegurando, no entanto, que “estas mudanças não interferem na operação da Motorpress”.

Deixe aqui o seu comentário