A TV que os portugueses viram em 2016

Por a 4 de Janeiro de 2017

quadro 1A análise de audiências de TV da agência de meios Initiative, referente ao mês de Dezembro e de fecho de 2016, revela que o futebol esteve no top dos interesses dos telespectadores, num ano especial para os portugueses com a conquista da seleção portuguesa de futebol do título de Campeão Europeia de Futebol. A final do Euro 2016, entre Portugal x França, foi o programa TV mais visto do ano, com uma audiência de 3,7 milhões de espectadores, a que correspondeu um share de 80,5%. Já em 2015 foi também um jogo de futebol, Bayern Munique x FC Porto, para a Liga dos Campeões, que liderou no acumulado do ano, com uma audiência média de 2,5 milhões e 55,9% de share. Apesar da transmissão dos jogos do Euro 2016, a RTP1 apresenta uma variação negativa no acumulado do ano, tendência acompanhada pelos restantes canais generalistas.

A Única Mulher II programa mais visto do ano – excepto futebol
A TVI continua a ser o canal mais visto em FTA. No entanto também termina o ano com quebra no share de audiência. Os canais em sinal aberto apostaram sobretudo na ficção nacional, sendo a telenovela A Única Mulher II da TVI o programa mais visto do ano, se excluirmos os jogos de futebol. Também a SIC conseguiu destacar-se com a telenovela Coração d’Ouro que ocupa a 3.ª posição dos mais vistos no acumulado do ano, com uma audiência média acumulada de 1,3 milhões de telespectadores. Já no entretenimento, destaque também para a TVI que voltou a apostar em formatos já conhecidos pelo grande público, voltando a sobressair vs. os programas dos canais concorrentes. A Quinta: O desafio – Final ocupa o 2.º lugar dos programas mais vistos do ano, com uma audiência média de 1,4 milhões de telespectadores. O programa de talento culinário Masterchef Júnior ocupa a 6.ª posição no acumulado do ano, tendo sido uma das novas apostas da TVI. Outro acontecimento que marcou o ano de 2016 foram as Eleições Presidenciais, também seguidas pelos portugueses, ainda que de forma mais dispersa. A TVI foi o canal eleito na Noite Eleitoral com a eleição do seu ex-comentador prof. Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República, na 8.ª posição dos mais vistos em 2016, com uma audiência média de 1,2 milhões de portugueses.quadro 3

Pay TV continua a crescer
No balanço final de 2016 é notória a transferência de audiências dos canais generalistas para os canais Pay TV, que têm conseguido conquistar os telespectadores pela oferta em número de canais, como na diversidade da programação. Esta é uma tendência que se consolida vs. 2015 (Canais Pay TV +2.2 p.p. vs. 2014), influenciada também pela inclusão do tempo de visionamento em diferido (gravações automáticas) no indicador de audiência convencionado (Directo+VosDal). Considerando apenas as audiências em Directo, no comparativo 2015 vs. 2016, o crescimento de share dos canais Pay TV é mais ténue (+4.2 p.p.), passando de 34.9% de share em 2015 para 39.1%. Já os canais FTA registam o movimento inverso.
Na análise deste ano, o consumo de TV continua a crescer com um tempo médio despendido em Total TV superior em +7 minutos vs. 2015, existindo uma maior dispersão das audiências no universo dos canais Pay TV.

quadro 2CMTV passa da 13ª para a 3ª posição
Os canais de informação destacam-se no Top dos mais vistos, com Hollywood, SIC Notícias, CMTV e TVI24 a ocuparem as primeiras posições. No comparativo com o ano anterior, destaque para o crescimento da CMTV, que a partir de meados de Janeiro de 2016 passou a estar disponível tanto na Meo como na NOS, passando da 13.ª posição em 2015 para a 3.ª em 2016 (share acumulado).
No Top 10 destaque ainda para os canais infantis e de séries, com a generalidade a apresentar uma variação positiva vs. 2015. Nos infantis, o canal Panda conseguiu recuperar da 10.ª posição para a 6.ª, ficando ainda assim atrás do Disney Channel, que desce uma posição ainda que apresente uma variação positiva em termos de share. Por último, na temática das séries, AXN e FOX continuam a ser os mais vistos pelos portugueses, com performances estáveis vs. o ano anterior, contributo de novas apostas como as séries MacGyver na FOX e Arma Mortífera no AXN, as mais vistas no acumulado do ano nos respectivos canais.

Fonte: Initiative

Deixe aqui o seu comentário