Media Capital fecha primeiro semestre com lucros em linha com o último ano

Por a 21 de Julho de 2016
Rosa Cullell, administradora delegada da Média Capital

Rosa Cullell, administradora delegada da Média Capital

Com uma melhoria de 9% no resultado líquido do segundo trimestre em comparação com o trimestre homólogo em 2015, a Media Capital fecha o primeiro semestre deste ano com lucros de 7,4 milhões de euros. O resultado está em linha com o alcançado no primeiro semestre de 2015 (7,355 milhões em 2015 e 7, 367 milhões este ano). Já em termos de EBITDA, o grupo que detém a TVI melhorou 6% no primeiro semestre face ao período homólogo, com 17,2 milhões contra os 16,2 milhões registados nos primeiros seis meses de 2015.

Os rendimentos operacionais, fixados em 85,3 milhões de euros, subiram 4% face aos 82,3 milhões registados no período homólogo, alavancados sobretudo pelo incremente de 13% nos rendimentos da Produção Audiovisual, que passaram de 19,7 milhões de euros para 22,3 milhões, e pela subida de 3% nas receitas do segmento de televisão, que passaram de 67,9 milhões para 70,3 milhões. Também as receitas de Rádio cresceram 7%, apesar de representarem menos volume (de 8,3 para 8,9 milhões).

As receitas publicitárias do grupo registaram um crescimento na ordem dos 6% ao passarem de 82,3 milhões de euros no primeiro semestre de 2015 para os 85,3 milhões nos primeiros seis meses deste ano, tendo crescido 6% no caso da publicidade em televisão (de 47,4 para 50,1 milhões) e 5% no caso da rádio (de 7,9 para 8,4 milhões). Os outros rendimentos operacionais, compostos pelos rendimentos de produção audiovisual, serviços multimédia, vendas de conteúdos e rendimentos de cedência de sinal, decresceram 1% no semestre, “devido, sobretudo, à menor actividade multimédia e de vendas de conteúdos”, justifica a Media Capital no documento enviado à CMVM. Do lado dos custos, também os gastos operacionais subiram 3%.

 

Deixe aqui o seu comentário