Portugueses já passam mais tempo na internet que a ver TV

Por a 14 de Janeiro de 2015

A internet é já o meio com mais horas dedicadas pelos portugueses: 4,2 horas, sendo que metade desse tempo resulta do uso em laptop (2,1 horas), e o recurso a dispositivos mobile é idêntico ao desktop (1,3 e 1,5 horas, respectivamente). A televisão regista em média 3,1 horas de visualização diária. Os dados constam do estudo Um Dia das Nossas Vidas na Internet, promovido pela agência Nova Expressão, em colaboração com a Marktest, e que tem por base 929 inquéritos.

O meio rádio regista uma média de três horas de consumo diária, sendo que nos suportes convencionais o tempo médio é de 2,3 horas (1,2horas em auto-rádio) e mais de 1 hora em suporte “net” (streaming).

No caso dos jornais, estes têm um tempo médio de leitura diária de 1,4 horas e o recurso à internet é o dobro da utilização em papel (1,3 horas. vs. 0,6horas). As revistas têm menos de uma hora (0,8 horas) de procura diária e o tempo reparte-se de forma idêntica entre o suporte digital e o papel.

As preferências nos jornais online

A leitura das edições electrónicas de jornais é praticada também pela maioria dos inquiridos, seja em e-paper (65%) seja em apps (54%). Quanto aos conteúdos mais procurados, eles são a meteorologia (93%), a cultura (92%), a música (89%), as tecnologias (84%), as figuras/famosos (78%), a economia (73%), a política (71%) e o desporto (71%).

A procura de informação é mais acentuada nos grupos etários acima dos 25 anos e nas classes A/B e C1 (quadros médios e superiores). Para estes, esta acção é diária e tem lugar principalmente ao final da tarde e à noite.

A maior parte refere a sua preferência pelo browsing em laptop, seja pelo hábito, seja pela ainda maior difusão ou seja apenas porque gostam. Os indivíduos que manifestam a sua preferência pelas apps, ligados naturalmente ao uso de mobile, têm um perfil mais masculino, entre os 15 e os 44 anos e das classes A/B e C1.

Double screen é já uma realidade

O double screen também já é uma realidade em Portugal. Mais de metade dos internautas – 58% – navegam na internet enquanto vêem televisão. Este comportamento é mais acentuado entre as mulheres, nos grupos etários dos 15 aos 34 anos e na classe A/B. A grande maioria dos que praticam esta acção paralela utilizam um laptop, mas mais de metade recorrem ao mobile. Apenas cerca de metade (51%) dos utilizadores de Internet que vêem televisão e navegam na internet em simultâneo procuram conteúdos relacionados com o programa a que assistem. Os restantes dedicam-se a actividades relacionadas com lazer.

Estudo: Um Dia das Nossas Vidas na Internet

Deixe aqui o seu comentário