Lisbon Project avança para Moçambique já com quatro clientes

Por a 17 de Setembro de 2014

A agência portuguesa de design e comunicação Lisbon Project acaba de anunciar a expansão da sua operação com entrada no mercado moçambicano com a criação da empresa de direito local LSP Design e Comunicação, em Maputo. A operação, que avança com um investidor local, arranca já com quatro clientes, a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), o grupo SOICO, a PRI Consultants e a Pimenta Dionísio Associados, a Lisbon Project. Neste mercado, a agência prestará serviços de design gráfico, publicidade, comunicação e digital, nomeadamente na criação de websites multiplataforma e na criação e gestão de estratégias de comunicação nas redes sociais.

“Estar em Moçambique foi uma decisão de crescimento orgânica que surge da angariação de projectos com clientes com os quais mantivemos contacto regular desde o primeiro momento. Moçambique tornou-se uma opção óbvia devido aos resultados que obtivemos nos últimos 12 meses, adicionando a motivação de estarmos a apostar num país que cresce, anualmente, perto dos dois dígitos”, justifica Ricardo Carvalho, responsável da agência. Com a abertura da nova empresa em Moçambique, Lara Fernandes assume a direcção executiva da Lisbon Project, ficando Ricardo Carvalho como administrador das empresas do grupo.

Deixe aqui o seu comentário