Novo Banco nasce a partir do BES

Por a 4 de Agosto de 2014

O Banco de Portugal decidiu criar um novo banco, com uma injecção de capital de 4900 milhões de euros, que herda “a generalidade da actividade e património” do BES, tal como era até aqui conhecido. Segundo explicou o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, esta nova estrutura, que se designa por Novo Banco, está “devidamente capitalizado e expurgado de activos problemáticos”, isto é, sem as dívidas do Grupo Espírito Santo, os créditos de empresas em dificuldades ou até instituições como o BES Angola. Todos estes activos continuam no BES, que continua a ser detido pelos accionistas do banco.

A partir desta segunda-feira, os clientes que não detenham qualquer activo problemático associado ao grupo GES, serão já considerados nos tradicionais balcões do BES como clientes do Novo Banco. Aliás, na homepage do antigo BES já desapareceu a referência à anterior marca, surgindo já o nome Novo Banco, com a assinatura “Mais forte e mais seguro”. Nas restantes páginas web, com os produtos e simuladores continua a constar o logótipo BES. Vítor Bento, que assumiu a liderança do Novo Banco, após o comunicação do governador do Banco de Portugal, reforçou precisamente essa ideia em comunciado. “Para os nossos clientes e colaboradores apenas uma coisa mudou – o seu Banco está agora mais forte e seguro que antes”, acrescentando que “as incertezas que ameaçavam a instituição nos últimos tempos foram afastadas. O Novo Banco leva também consigo os factores-chave que o vão tornar uma das principais instituições financeiras, nomeadamente, uma equipa de trabalho dedicada, um forte foco no cliente e um extenso portefólio de serviços bancários que irão contribuir para o progresso da economia portuguesa”.

 

 

Deixe aqui o seu comentário