As oito apps que vão representar Portugal na ONU

Por a 6 de Agosto de 2014

O WSA-Mobile, uma iniciativa mundial realizada no âmbito da ONU que visa premiar as aplicações móveis mais inovadoras, vai contar este ano com a candidatura de oito projectos portugueses. O processo de selecção foi liderado por Roberto Carneiro e desenvolvido em parceria com a APDC. Projectos da Fundação Vodafone, Impresa, Landka, Tekever e Infarmed estão entre os finalistas. Cada projecto vai candidatar-se a uma das oito categorias deste concurso. Os vencedores serão conhecidos em Fevereiro de 2015.

Nos últimos três anos, vários projectos portugueses foram vencedores desta iniciativa. No ano passado, True-Kare ganhou na categoria e-Health & Environment. Em 2012, Portugal conseguiu prémios com a app Back in Time na categoria m-Learning & Education e a app AlzNav em m-Inclusion & Empowerment. Em 2011, foi a vez do Pordata, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, ganhar na categoria e-Science & Technology. Conheça agora em pormenor os candidatos de 2014.

Categoria mBusiness & Commerce: Mobizy, da Tekever. É uma plataforma de serviços empresariais desenhada para PME, assumindo-se como uma loja de soluções de mobilidade empresarial. Destina-se a aumentar a eficácia do negócio, através de soluções de back-office e de serviços móveis, para suportar todas as actividades operacionais.

Categoria m-Government & Participation: Portal da Saúde iMed, do Infarmed. É uma aplicação que permite aos utilizadores saber os preços dos medicamentos e identificar as alternativas mais baratas, tendo em conta a prescrição do médico. Permite a leitura dos códigos de barras das embalagens e funciona online e offline. Tem também a possibilidade de identificar a farmácia mais próxima.

Categoria m-Learning & Education: Kiwaka, da Landka. É um jogo educacional desenvolvido em parceria com a Agência Espacial Europeia para plataformas móveis, que visa despertar o interesse dos mais jovens pela observação das estrelas e a astronomia. Fornece informação científica sobre estrelas e constelações e sobre a mitologia grega.

Categoria m-Entertainment & Lifestyle: Party Game. Consiste numa colecção de jogos verdadeiramente sociais para smartphones. Permite a um conjunto de amigos a possibilidade de jogarem um conjunto alargado de jogos multiplayer sem necessidade de estarem ligados à Internet.

Categoria m-Tourism & Culture: Rota do Românico, da InfoPortugal. Desenvolvida para a Associação de Municípios do Vale do Sousa, disponibiliza conteúdos organizados por proximidade e por rota, realidade aumentada, localização no mapa, conteúdos multimédia, visitas virtuais e vídeos e locução áudio.

Categoria m-Media & News: Expresso Diário, da Impresa. É uma plataforma desenvolvida para o jornal diário digital, fornecendo o acesso a conteúdos jornalísticos exclusivos, entre notícias, opinião e análises, mediante assinatura.

Categoria m-Environment & Health: Dador, da Fundação Vodafone Portugal. É uma plataforma que apela à doação de sangue através da tecnologia e das redes sociais. Fornece informação sobre as reservas de sangue do Instituto Português do Sangue e Transplantação, grupos sanguíneos onde são necessárias mais doações e locais mais próximos para doar. Em casos de necessidade extrema, envia alertas para todos os utilizadores registados.

Categoria m-Inclusion & Empowerment: ColorAdd, desenvolvida por Rui Seiça, Rui Cardoso e Marta Lisboa, utilizando o código de cores inventado por Miguel Neiva. É uma aplicação que permite à população daltónica identificar as cores dos objectos através da câmara de um telemóvel. Aplicação é de uso simples, basta o utilizador apontar a câmara do dispositivo para a superfície que pretende identificar e no topo do écran aparece o nome da cor acompanhado do símbolo ColorADD correspondente.

 

Deixe aqui o seu comentário