José António Saraiva acaba com Viver Para Contar

Por a 23 de Abril de 2012

O director do semanário Sol deixará de assinar a sua crónica semanal Viver Para Contar, que preencheu as páginas da Tabu ao longo de cinco anos e meio. Foi o próprio José António Saraiva quem o anunciou, na edição de sexta-feira passada da revista, naquela que se soube, então, ser a última crónica de um total de 283. “Várias pessoas me disseram que eu nunca deveria ter iniciado esta secção, pois ela ‘estragou’ a minha imagem. Eu sinto o contrário: esta secção deu de mim uma imagem mais próxima e verdadeira”, escreveu o responsável.

Mas fecha-se um ciclo e outro se inicia. A partir de dia 27, José António Saraiva começará a publicar um folhetim em episódios. Trata-se de “uma trama policial, que começa com a descoberta de um cadáver na piscina de um condomínio de um bairro de Lisboa”, adianta o director do Sol. O conjunto de histórias ilustradas por Nuno Saraiva dará posteriormente origem a um livro.

Recorde-se que o semanário da Newshold foi alvo de uma reformulação gráfica e desde a semana passada passou a custar 2 euros.

 

Deixe aqui o seu comentário