Público quer emagrecer despesas

Por a 10 de Janeiro de 2012

Depois de ter conseguido uma redução das despesas na ordem dos 800 mil euros com encargos salariais, a administração do jornal Público prepara-se para cortar mais 1,2 milhões de euros, noticiou o semanário Sol.

Segundo o título detido pela Newshold, 92% dos funcionários do Público acordaram a redução nos seus ordenados, que oscilará entre os 3% e os 21%. Recorde-se que esta medida foi apresentada em alternativa ao lay-off a 21 trabalhadores inicialmente proposto.

A administração do periódico detido pela Sonaecom estará a estudar agora uma estratégia de emagrecimento das despesas que passará por uma reestruturação gráfica do jornal, cortes na colaboração por parte de colunistas. Pacheco Pereira poderá ser um deles dada a avultada avença que recebe, refere o Sol, sendo que caberá à direcção cumprir 25% da sua quota de redução na despesa.

Cortes em combustíveis, estadias, táxis e telecomunicações integram também parte das medidas. Segundo o Sol, a extinção do caderno satírico Inimigo Público chegou a ser ponderada.

Deixe aqui o seu comentário