Combustíveis low cost com quota superior a 31%

Por a 20 de Outubro de 2011

As ofertas de combustível low cost dos hipermercados já representam 31,5%, em volume, do mercado total de combustíveis em Portugal, revelam os dados divulgados esta quarta-feira pela Kantar Worldpanel.

Segundo os dados referentes ao primeiro semestre de 2011, os aumentos sucessivos dos preços tiveram um impacto negativo de 8,2% no volume total abastecido com o preço médio a subir 16,8%. Se o número médio de abastecimentos caiu 3,5%, no período em análise, também o volume médio por abastecimento decresceu 5,8%, ao passo que o gasto médio por carro evoluiu 5,6%.

Em termos de consumidores, os números da Kantar indicam que a classe média (-7,7%), clientes com mais de 50 anos (-7,3%) e residente na área do grande Porto (-7,3%) foram os que mais reduziram o volume médio por abastecimento, verificando-se que foi a classe Alta+Média Alta a que menos reduziu (-1,8%). Destaque ainda para o facto de 61% do volume do mercado ser feito com descontos, promoções ou nos hipermercados, resultado da fuga do consumidor aos preços de referência.

Finalmente, a informação disponibilizada pela Kantar Worldpanel mostra ainda que o abastecimento particular efectuado em Espanha representa já 4,6% do volume total nacional, admitindo Paulo Caldeira, director de comunicação da consultora, que este número possa vir a “aumentar em 2012”, salientando ainda que 46,5% do volume do mercado é feito ao fim-de-semana e que os pequenos abastecimentos são a tendência neste mercado.

Victor Jorge (HiperSuper)

Deixe aqui o seu comentário