EDP desvenda nova identidade assinada por Sagmeister

Por a 1 de Julho de 2011

Uma marca, sete identidades. É este o resultado do projecto de rebranding da marca EDP, cuja nova identidade corporativa assinada pelo conceituado designer Stefan Sagmeister foi quarta-feira apresentada ao mercado no Museu da Electricidade. A holding EDP passa, na sequência deste processo, a apresentar-se com uma imagem global que será comum a todos os mercados onde tem presença, sendo que além da logomarca principal, foram desenhadas mais seis que “devem ser utilizadas frequentemente e de forma alternada”. Nesta nova imagem, assente em quatro formas geométricas (o quadrado, triângulo, circunferência e semicírculo), o lettering permanece inalterado com o fundo a assumir formas dinâmicas para criar os sete logótipos, aos quais se juntam os novos logos da EDP Renováveis, EDP Gás, Fundação EDP. A marca EDP Renováveis deixa agora de lado o verde para assumir a cor vermelha, que aliás passa a ser imposta em todas as empresas do grupo EDP sem excepção, assumindo uma identidade global e assinalada com a designação Renewables nos mercados internacionais. Outra das novidades é a inclusão, pela primeira vez, do nome EDP nas marcas a operar no mercado espanhol, Naturgas Energia e HC Energia. Também as fundações foram abrangidas pelo rebranding, passando a assumir o mesmo logótipo independentemente do país a que pertencem.

Para comunicar a nova identidade do grupo EDP, a marca arranca hoje com uma nova campanha de comunicação, que estará nos meios durante todo o mês de Julho, com presença em televisão, rádio, imprensa, internet e cinema. Também para hoje está agendado o evento Energia Douro, um concerto que se vai realizar num palco flutuante sobre as águas do rio Douro, pelas 21h30, com transmissão em directo assegurada pela SIC e no site da EDP. O concerto, que vai contar com actuações de Rui Veloso, Rodrigo Leão & Cinema Ensemble e The Gift, teve a organização a cargo da Desafio Global Ativism.

Recorde-se que a identidade corporativa que é agora substituída, cujo desenvolvimento esteve a cargo da Mybrand, foi alvo de polémica aquando da sua apresentação por semelhanças com o logótipo da empresa O Feliz. Os responsáveis da EDP tinham já avançado que poderiam proceder a uma alteração na identidade corporativa, uma vez que a eléctrica estava numa disputa nos tribunais com a empresa de Braga. O Tribunal da Relação de Lisboa anulou os despachos de atribuição das marcas à EDP e remeteu o processo para o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) para reapreciação. A imagem da metalomecânica O Feliz está registada no INPI.

Stefan Sagmeister, que nasceu na Áustria, é responsável pelo estúdio de design Sagmeister Inc., localizado em Nova Iorque. No seu portfólio constava já a identidade da Casa da Música do Porto, à qual se juntam projecto para a Levi’s ou capas de álbuns de Aerosmith, Lou Reed, Rolling Stones ou David Byrne.

 

Com Rui Oliveira Marques

2 comentários

  1. Pingback: Partícula Art Deco « The Ressabiator

  2. Pingback: EDPORTUGAL « Um Miúdo na Comunicação.

Deixe aqui o seu comentário