No Paquistão os jornalistas podem ter porte-de-arma

Por a 2 de Junho de 2011

No Paquistão os jornalistas que estão a pedir autorização de porte-de-arma passam a obter autorização do Ministério do Interior. A decisão foi justificada por um porta-voz do ministro Rehman Malik, como uma forma dos profissionais se protegerem de ataques e surge pouco tempo depois de ser conhecido o assassinato do jornalista Syed Saleem Shahzad, que trabalhava para o Asia Times Online e para a agência de notícias italiana ADNkronos. O profissional tinha desaparecido no domingo após publicar uma história que alegava que militares paquistaneses teriam estado em negociações secretas com a Al-Qaeda.

Deixe aqui o seu comentário