Google a desenvolver um sistema de pagamento de conteúdos para sites noticiosos

Por a 23 de Junho de 2010

O Google deverá lançar até ao final do ano um sistema de pagamento de conteúdos que permitirá aos utilizadores com apenas um clique aceder a conteúdos pagos e aos editores, através de uma única infraestrutura para web, mobile e tablet, monetizar os seus conteúdos, noticiou a edição online do La Repubblica.

A plataforma, ainda em fase de testes, deverá chamar-se Newspass e, segundo o jornal italiano, o Google já estará a contactar os editores para averiguar do seu interesse em participar na experimentação desta plataforma. O serviço, cujos detalhes técnicos estarão ainda a ser definidos, permitirá a compra de conteúdos como notícias, vídeo, áudio ou fotografia, estando acessível na web, nos telemóveis ou terminais como o iPad ou outros tablets, adaptando-se a qualquer forma de pagamento que o editor defina, desde micro-pagamentos ou a sistemas de assinatura.

Através de uma pesquisa no agregador Google News os utilizadores recebem resultados de conteúdos pagos e gratuitos.  Se optar por um conteúdo pago, será feita uma cobrança através do Google Checkout. O utilizador não poderá aceder ao conteúdo marcado como pago, caso não efectue um pagamento. O Google irá partilhar a informação com os editores, de modo a que possam averiguar do sucesso do sistema.

O Google ainda não confirmou esta informação, mas relembra o blogue PaidContent.org que o sistema descrito pelo jornal italiano apresenta muitas semelhanças com a proposta apresentada pelo gigante de Mountain View à Newspaper Association of America no Outono passado.

Em declarações ao PaidContent, o motor de busca refere que, como têm dito noutras alturas “estão em negociações com os editores de modo a encontrar formas de trabalharem em conjunto, incluindo ajudar com tecnologia que impulsione serviços de subscrição que pensem a vir a construir. O nosso objectivo, tal como com todos os produtos Google, é alcançar a maior audiência global possível”.

Deixe aqui o seu comentário