Pedro Tojal regressa com grupo Digifi

Por a 10 de Dezembro de 2009

pedro_tojal2.jpgPedro Tojal está de regresso ao sector dos media com o grupo de comunicação social Digifi. O antigo administrador e director-geral da MCR é com 51% o sócio maioritário do novo grupo de comunicação, juntamente com duas outras empresas cujos nomes Tojal preferiu não revelar. A rádio FI FM é o primeiro projecto a ser conhecido deste novo grupo e vai emitir a partir de Janeiro na frequência 93.7 FM, da antiga Kiss FM, entretanto adquirida. Actualmente, a estação emite só para Lisboa, mas, ao M&P, Pedro Tojal admite que nos que nos planos do grupo está “crescer pelo país”. Porto é a próxima cidade na mira, bem como outras “zonas com maior população em Portugal”. Tojal não revela regiões, nem datas para a concretização deste objectivo que, diz, será concretizado “muito em breve, durante o próximo ano”.

logo_digifi.jpg

Na FI FM Pedro Tojal assegura a direcção de programas e de informação, bem como alguns programas em antena – “até porque tinha saudades, havia sete anos que não estava em antena”. A direcção comercial fica sob a alçada de José Vicente (ex-Havas Media), perfazendo a a equipa da rádio um total de 12 pessoas “nesta primeira fase” estando ainda a decorrer um processo de selecção.

A nova estação “não é uma rádio de palavra, nem de música”, diz. Esta é uma rádio, afirma o responsável, para que as “pessoas sintam que tem a ver com os seus próprios interesses, pelos temas que iremos abordar: desde alimentação saudável, saúde e bem-estar”, onde “teremos especialistas a falar sobre estas áreas”. A identidade visual foi criada internamente, mas a sonora é da responsabilidade da holandesa SOB. Tojal não adianta objectivos de audiência, mas admite que os seus potenciais ouvintes deverão estar em estações com a RFM, Rádio Comercial e M80. Quanto à receptividade do projecto junto do mercado de anunciantes mostra-se optimista, considerando que dadas as temáticas da estação e o crescente investimento das empresas na responsabilidade social, o investimento das marcas nessa área, como a comunicação dessas acções, poderá ser encaminhado para a FI FM.

logo_fifm.jpg

Internet – “mas que não é um espelho da rádio” – é outras das áreas que o grupo Digifi vai trabalhar, mas também na comunicação, tendo para isso adquirido uma participação “minoritária” numa “agência de soluções de comunicação” cujo lançamento está previsto para daqui a “uma a duas semanas” (de resto responsável pela identidade da rádio). O grupo está ainda a analisar “parcerias na área de papel”com novos projectos, tendo previsto no prazo de 3 anos o lançamento de um canal de televisão no cabo. Pedro Tojal não revela valores de investimento nesta nova aposta. O grupo irá ter a sede em Alfragide, sendo composto por um total de 35 pessoas.

Deixe aqui o seu comentário