Obama domina último dia de Cannes

Por a 29 de Junho de 2009

obama.JPGO último dia do festival de Cannes, que terminou este sábado, teve como figura central Barack Obama. A campanha eleitoral do agora presidente dos EUA acumulou os grandes prémios de campanha integrada e de titanium, este visa distinguir os trabalhos que apontam um caminho para a indústria da comunicação. David Droga, presidente do júri, sublinhou, citado pela AdAge, que a avaliação do júri “separou o homem da campanha” e que esteve baseada em princípios racionais e “não em considerações emocionais”. Os jurados quiseram destacar principalmente a componente digital da campanha, o sucesso na construção de comunidades e a possibilidade dos próprios apoiantes poderem criar suportes de comunicação de apoio ao candidato. Este trabalho foi inscrito pela própria equipa de campanha de Obama.

Sábado, foram ainda conhecidos os resultados da competição de filme. O filme Todos Contra Todos, da Leo Burnett para a Amnistia Internacional foi o único português a constar na shrtlist, sem, no entanto, sair de Cannes com um leão. O grande prémio em filme foi para a Tribal DDB de Amesterdão pelo spot Carousel para promover a televisão 21:9 da Philips. Este filme tem a particularidade de ter sido criado para o meio online. A fechar a edição deste ano do festival, que foi afectada pela diminuição na ordem de 40 por cento no número de delegados, a DDB de São Paulo foi eleita agência do ano, enquanto a BBDO foi a network mais premiada em Cannes.

O melhor ano de sempre para Portugal

Na última semana a delegação portuguesa acumulou o maior número de prémios de sempre em Cannes: 12 leões e dois prémios nos Jovens Criativos. Com o projecto da loja para a Cruz Vermelha, a Leo Burnett foi premiada com sete leões: ouro (eventos e field marketing), prata (lançamento em retalho) e bronze (campanha integrada) em promoções, um PR Lion em relações públicas (caridade), dois de prata em marketing directo (caridade e lançamento), e um de prata em design (outros). Já o Museu Efémero para o rum Pampero somou três: um de bronze em promoções (media alternativa), um PR Lion em relações públicas (produtos de grande consumo) e um de prata em media (produtos de grande consumo). Estas peças tiveram criatividade a cargo de Horacio Puebla e da dupla Erick Rosa e Renato Lopes. O filme Todos Contra Todos, para a Amnistia Internacional, também recebeu esta quarta-feira um leão de bronze, em broadcast design & graphics, na competição de design.

A campanha de imprensa da Fischer para a Honda Jazz, para promover uma edição especial com sensores de estacionamento destacou-se em imprensa, recebendo um leão de prata. A campanha é constituída por três peças: Cantora de Ópera, Gaiteiros e Padre.

Nuno Teixeira e Clara Darbandi-Tehrani (DraftFCB) e Zélia Sousa e Fred Bosch (Leo Burnett) conseguiram o feito inédito para Portugal de ter duas duplas vencedoras nos Jovens Criativos. A dupla da DraftFCB ficou com o primeiro lugar em imprensa, enquanto a da Leo ocupou o segundo posto em ciber.

O M&P deslocou-se a Cannes com o apoio da YoungNetwork. Acompanhe o festival em Do Fundo da Comunicação

Deixe aqui o seu comentário