Dez categorias para disputar os Croquette Awards

Por a 16 de Junho de 2009

Os trabalhos dos Croquette Awards, festival que pretende premiar a comunicação de guerrilha e que irá decorrer no fim de Julho, serão avaliados em 10 categorias. Em offline, os trabalhos poderão ser inscritos em ambush marketing (aproveitar a comunicação de outra marca), field marketing (flashmobs, performances, sampling), urban intervention (projectos que utilizem a cidade), new alternative media, PR Stunt (projectos criados para captar a atenção da imprensa), ambient media (utilização de táxis, casas de banho, metro, aeroportos, cinemas, restaurantes) e em uncategory (conteúdo que não se encaixa em nenhuma categoria). Já a competição de online conta com três categorias: viral, projectos interactivos (telemóveis, advergames, widgets, screensavers) e uncategory. Os Croquette Awards contam ainda com a secção Old Croquette, destinada a projectos desenvolvidas por criativos maiores de 45 anos.

Tal como o M&P havia já avançado, as inscrições são gratuitas e poderão ser efectuadas a título individual, por duplas ou por agências. Os resultados serão conhecidos a 24 de Julho, para coincidirem com o final das aulas da Lisbon Ad School.

O júri que irá avaliar os trabalhos divide-se também em online e em offline. Assim, em offline irão avaliar as peças André Rabanea (Torke), Gustavo Fortes (Espalhe), Maryanne McNamara (Jack Liberties), Chantal Richez (Sponge), Horácio Puebla (Leo Burnett), Martin Delgado (DMG), Miguel Pate (Wunderman), José Bomtempo (BAR), João Baptista (Marketingcom), Jel (Vai Tudo Abaixo), João Duarte (Youngnetwork), Pedro Alegria e Hugo Tornelo (Cabracega), Flávio Gart (Bazooka). Na componente online, o júri será constituído por Laurent Valembert (Tribeca), Pol Pla i Conesa (Multitouch), Rui Vieira (OFFF/Fullsix), Bruno Aleixo, Armando Alves (Fullsix), Daniel Caeiro (Torke 2.0), Sérgio Santos (Partners) e Bruno Ribeiro (PubAddict.net).

Deixe aqui o seu comentário