Mães retiram do ar campanha da Johnson & Johnson

Por a 19 de Novembro de 2008

A Johnson & Johnson foi obrigada a retirar do ar a campanha de promoção do medicamento Motrin, que referia o transporte de crianças com faixas a tiracolo como causador de dores nas costas das mulheres, sugerindo ainda como solução o uso do produto. A acção de comunicação foi para o ar nos Estados Unidos no fim-de-semana, mas acabou por ser retirada no domingo à noite, depois de algumas mães reagirem mal à campanha através do Twitter. O grupo pôs em causa a veracidade da mensagem e acusou a J&J de estar mal informada sobre o assunto. No site da Motrin foi colocado um pedido de desculpas assinado pela directora de marketing com a promessa que a campanha iria deixar de ser veiculada.

Deixe aqui o seu comentário