Relance nas bancas a 22 de Outubro

Por a 3 de Outubro de 2008

Um novo projecto editorial vai chegar às bancas no próximo dia 22 de Outubro. Chama-se Relance e é fruto da ideia desenvolvida pela advogada, ligada ao direito urbanístico, Diana Barroso Soares, que será a directora do título. A responsável criou a empresa Code City para lançar a Relance, em parceria com outros cinco sócios, que preferiu não referir. A revista conta com as opiniões de Catarina Portas, Inês de Medeiros e Benedita Pereira, agora residente em Nova Iorque. O título vai ter um preço de capa de 4 euros e será direccionado a “um público exigente, viajado, com bom nível cultural”, entre os “18 e os 60 anos”, explica Diana Barroso Soares. A directora define-a como “uma revista de conceito”, porque “a vida das pessoas não é segmentada”. O título surge “com uma grande atenção ao aspecto gráfico e pretende ter uma edição muito cuidada”, pois a directora está convencida de que há “necessidade e espaço” para uma publicação deste tipo, uma vez que “actualmente existem muitas revistas segmentadas”. O título Relance foi escolhido como “a melhor forma de identificar a oportunidade de compatibilizar a profundidade na abordagem dos temas com a rapidez que o quotidiano exige”, pois a revista pretende transmitir “um bocadinho de tudo o que há de bom” nas áreas da “moda, do design, da arquitectura, entre outras”, explica a directora. O título terá uma periodicidade mensal e vai ter uma circulação de 20 000 exemplares. O design foi feito em parceria com a empresa Uzina, especialmente com Virgínia Ferreira, que passará a ser a directora de arte da publicação. Ana Bela Becho será a editora da área da cultura, enquanto a moda fica com Isabel Branco, sendo que a revista terá uma equipa fixa de “cerca de cinco pessoas”. A Relance vai ter um site, lançado no mesmo dia da revista, mas “por enquanto não vai ter uma edição online”, pois esse formato “não alcança o glamour” que a directora quer desenvolver na edição em papel. Questionada sobre o investimento que será feito neste projecto, a responsável optou por não avançar valores.

Deixe aqui o seu comentário