Imago e Lift suspendem fusão

Por a 29 de Outubro de 2008

imago-lift.jpgA Imago e a Lift anunciaram ontem que a fusão entre as duas agências de comunicação foi suspensa. O processo de fusão foi tornado público no fim de Maio. O negócio passava pela compra da Imago pela Lift, de forma a criar um grupo de comunicação líder, mantendo as marcas Imago e Lift uma actuação autónoma no mercado. Em Julho, Salvador da Cunha, director-geral da Lift chegou a adiantar que a compra do capital da Imago seria formalizada no mês seguinte.
Agora, contactado pelo M&P, Carlos Matos, director-geral da Imago, explica que a opção de suspender a fusão prende-se com “uma série de sinais que recebemos do mercado. A situação não está fácil, exige prudência”. Também Salvador da Cunha, director-geral da Lift, aponta a instabilidade do mercado financeiro como a “única causa” para que a operação tenha sido tenha sido cancelada. “Não tem a ver com mais nada. Chegámos à conclusão de que não fazia sentido avançar com o modelo que propúnhamos adoptar, numa altura de turbulência”, justifica.

Carlos Matos sublinha ainda que “não foi um erro” tornar públicas as negociações entre as duas agências. À data, “era difícil manter segredo. Estavam muitas pessoas envolvidas, havia muita discussão e trabalho de parte a parte”, aponta.

Deixe aqui o seu comentário