“Toda a gente queria assinar o autocarro da selecção”

Por a 13 de Junho de 2008

Cerca de 70% dos portugueses que participaram num estudo de avaliação da campanha ‘Euro 2008 – Autocarro da Ambição’ desenvolvido pela Galp Energia reconhece ter visto o spot televisivo criado pela BBDO. Mais de 60% associa-o à marca e 23% refere o apoio dos portugueses e da Galp Energia (22%) à Selecção Nacional como as mensagens-chave. Isabel Calado, directora de marketing da Galp Energia, comenta os resultados.Meios & Publicidade (M&P): A campanha deste ano de apoio da Galp à Selecção vai conseguir superar a notoriedade da campanha do Euro 2004?

Isabel Calado (IC): Até este momento, é isso que está a acontecer. A campanha deste ano já atingiu um nível de reconhecimento de 70%. A de 2004 situou-se nos 56%.

M&P: Como avaliaria, por agora, a associação da Galp ao Euro 2008?

IC: Tem sido extremamente positiva a diversos níveis: a nível do reconhecimento, estão os números que já referi; a nível do envolvimento com o público está o sucesso do Ambition Bus, a acção que desenvolvemos para que todas os adeptos pudessem assinar o seu nome e escrever mensagens de apoio no autocarro da selecção. Por último, relativamente à adesão aos produtos Galp, posso referir os números da campanha promocional ‘Quanto mais, + melhor’ que está a decorrer nos postos Galp. Nesta campanha já participaram mais de um milhão de pessoas e nós já entregámos cerca de 175 mil prémios.

M&P: A acção das assinaturas no autocarro superou as expectativas?

IC: Sim, sobretudo pela espontaneidade e vontade com que as pessoas aderiram à acção. De repente, toda a gente queria assinar o autocarro da selecção.

M&P: Quais os resultados que têm sido conseguidos com o programa na SIC?

IC: Têm shares muito superiores a todos os outros programas já realizados sobre a selecção. Os Incríveis – produzido pela SIC com o apoio da Galp Energia – tem um share médio superior a 30%.

M&P: Se, como todos desejamos, a Selecção passar aos quartos de final a Galp está a preparar alguma acção para assinalar o facto?

IC: Para já, só posso dizer que seria óptimo se tivéssemos que enfrentar essa situação.

M&P: Segundo um estudo da Havas Media, a Sagres é a marca com maior índice de notoriedade espontânea associada à Selecção. Porque acha que atingiram esse estatuto?

IC: É fantástico sermos comparados com a Sagres, porque a verdade é que estamos a falar de valores de investimento incomparáveis. O nosso investimento é bastante menor que o da Sagres e do que o das outras marcas mais fortemente envolvidas no Euro 2008. O que significa que tivemos de compensar essa diferença com uma dose extra de criatividade e poder de mobilização. Foi isso que pedimos e foi isso que conseguimos.

Deixe aqui o seu comentário