Susana Veiga abandona BAN para fundar projecto de comunicação

Por a 20 de Dezembro de 2007

Susana Veiga vai arrancar com um novo projecto de comunicação a partir de 2 de Janeiro de 2008, confirmou a própria ao M&P. A actual directora-geral da BAN vai abandonar a agência liderada por Armandino Geraldes, para lançar uma consultora de comunicação, com valências nas áreas de assessoria mediática, do grande consumo, da logística, da saúde, entre outros.

Susana Veiga vai assumir as funções de directora executiva da agência e, com ela, vai levar Filipa Morais, que se encontra a desempenhar as funções de directora de contas na BAN até final de Dezembro, sendo que na nova empresa irá ser o braço direito de Susana Veiga na condução das operações da agência. Filipa Morais já havia trabalhado com a ainda directora geral da BAN na Inforfi, em 2002. Em Maio deste ano encontraram-se de novo profissionalmente, quando aquela lhe lançou o convite para transitar da MediaHealth para os quadros da consultora que saiu da Cunha Vaz & Associados. Na equipa liderada por Susana Veiga vai estar uma terceira pessoa, cujo nome não quis adiantar. No entanto, o M&P apurou que a profissional que vai completar a equipa será Joana Borges, actualmente a trabalhar na MediaHealth.

Com a fundação deste projecto existem fortes probabilidades de alguns clientes da BAN transitarem para a nova consultora de comunicação. Porém, e sem querer avançar nomes, Susana Veiga diz que só um deles está confirmado e que é da área de negócio onde esta profissional se especializou ao longo dos anos, o da saúde. Ainda assim, remeteu mais esclarecimentos sobre o novo projecto para Janeiro, altura em que irá anunciar o nome, a identidade e os clientes confirmados na sua nova empresa.Susana Veiga entrou para a Cunha Vaz & Associados em 2003 e saiu desta agência na altura em que a BAN deixou de fazer parte da CV&A, como consequência da separação dos sócios António Cunha Vaz e Armandino Geraldes. Contactado pelo M&P, Armandino Geraldes recusou pronunciar-se sobre o assunto, deixando apenas a garantia de já ter encontrado os nomes que vão ocupar os lugares que vão ficar vagos em 2008 na sua agência. A Cofina, a Bayer, a Abbott e a Medinfar são algumas das contas que fazem parte do portfólio de clientes da BAN.

Deixe aqui o seu comentário