Float cresce 40% em 2007

Por a 21 de Dezembro de 2007

A Float cresceu, segundo previsões avançadas ao M&P por Pedro Joel, director geral da agência, cerca de 40% no que toca a facturação, depois de no ano anterior ter crescido cerca de 70%. Miguel Hernandez, director executivo da agência, explicou ao M&P que este crescimento para os 2,6 milhões de euros de facturação se prende, sobretudo, com novos clientes. "O mundo dos genéricos está a dar-nos grandes possibilidades nesta área", disse. E Miguel Hernandez disse ainda que os OTCs (medicamentos sem necessidade de prescrição médica) estão também a ajudar aos bons resultados da empresa. Para acompanhar o crescimento da agência foram este ano contratados quatro profissionais, ficando a Float a contar com 29 pessoas."As pessoas na Float são especializadas na área da saúde e já trabalham esta área com relativa facilidade. E este é um bom cartão de visita para a empresa", comenta o director executivo. Um crescimento de cerca de 30% são as previsões de Miguel Hernandez para 2008.

Deixe aqui o seu comentário