À descoberta de novos clientes

Por a 17 de Dezembro de 2007

Mais do que identificar quem são os seus clientes actuais, a Cameo permite descobrir onde estão os consumidores, evitando desperdícios de esforços de comunicaçãoACustomer 360º, empresa de marketing relacional ligada aos grupos norte-americanos Carlson Marketing e Peppers & Rogers, passou a disponibilizar a Cameo, uma ferramenta de marketing directo de segmentação, profile e georeferenciação. A ferramenta permite saber quem são, como são e onde estão os clientes, além de possibilitar descobrir potenciais clientes.

Segundo Nuno Carvalho, presidente da Customer 360º, a Cameo, que existe em mais de 50 países, entre os quais Portugal, permite uma "classificação geo-demográfica única para estabelecer o perfil, segmentação e targeting do mercado de consumidores português". A ferramenta foi desenvolvida com base nos últimos censos. Segundo explicou Nuno Carvalho ao M&P, esta ferramenta baseia-se nos princípios de clustering, ou seja que as pessoas têm tendência a juntar-se em núcleos de pessoas com gostos e comportamentos semelhantes aos seus.

A Cameo foi construída com base em variáveis estatísticas que incluem presença de crianças no lar, demografia dos adultos, habilitações, analfabetismo, actividade económica, sector económico, dimensão do lar, profissão do proprietário, comodidades/conforto no lar, número de pisos e densidade populacional. Foram utilizadas técnicas de modeling estatístico, que permitiram identificar 29 tipos de áreas habitacionais, organizados em oito grupos principais (ver tabela). Esses oito grupos são famílias jovens ricas, bairros de solteiros ricos, bairros familiares prósperos, bairros de reformados prósperos, lares de jovens financeiramente desafogados, bairros de famílias financeiramente desafogadas, bairros mistos com residentes de classe média baixa e áreas rurais pobres.

Imagine-se o Sr. Leopoldo que tem um determinados comportamento de compra. Depois de se identificar a que tipo de área habitacional pertence, por exemplo 4B, vai-se à base de dados ver que outras pessoas estão também identificadas como pertencentes a essa área habitacional (4B). Depois é enviar a comunicação de forma mais dirigida a todos os indivíduos 4B. "Estes indivíduos terão um potencial maior de ter comportamentos semelhantes", explica o responsável da Customer 360º.

A classificação é transferível, o que "permite aos utilizadores penetrar em mercados doutros países localizando e encontrando targets semelhantes em qualquer outro país, através do Cameo International", explicou Nuno Carvalho.

Quando a Customer 360º começa a trabalhar uma empresa, olha para a base de dados de clientes dessa empresa, identifica a área habitacional a que cada um pertence. "Depois vamos às nossas bases de dados e dirigimos a comunicação dos produtos dessa empresa aos indivíduos semelhantes", explica Nuno Carvalho. Assim, explica, evita-se enviar informação para consumidores que não têm qualquer tipo de afinidade e interesse com o produto que estamos a comunicar.

Deixe aqui o seu comentário