500 mil euros para lançar a marca Inducci

Por a 12 de Dezembro de 2007

inducci.jpgA Nutricafés, empresa que detém a Nicola, está a investir 500 mil euros no lançamento da Inducci, marca de café em pastilhas. A empresa espera atingir no espaço de três anos uma quota de 20% neste segmento, atacando dois targets: as pequenas e médias empresas e consumidores que “queiram um café de qualidade”. “Os consumidores vão começar a saber escolher café à medida que as empresas vão comunicando mais os atributos dos lotes”, afirmou ontem João Dotti, director-geral da Nutricafés. O responsável acredita que, ao contrários das cápsulas que “exigem uma máquina específica”, as pastilhas que agora chegam ao mercado e que podem ser adaptadas às máquinas existentes, ajudarão a “democratizar” o consumo deste tipo de produto. A marca pretende assim distanciar-se dos conceitos já oferecidos pela concorrência. “O nosso negócio não é vender máquinas, é vender café”, declarou João Dotti, sublinhando que “nunca faria um projecto a copiar o líder de mercado”, numa referência à Nespresso. Mesmo assim, a Nutricafés vai vender três tipos de máquinas de café, cujos preços variam entre os 90 e os 280 euros.
A Inducci está disponível em cinco lotes de café (Mattina, Giorno, Eventto, Notte e Decaffe), que estão associados a diferentes momentos do dia, e em dois lotes de chá. Na fase de arranque, o produto pode ser adquirido através do site www.inducci.pt (online na próxima semana), do call center ou da equipa de vendas da empresa. Em 2008 deverá chegar à grande distribuição, já que a empresa, justifica João Dotti, pretende “facilitar, e não dificultar a compra do produto”.inducci2.jpg
Nesta fase, a comunicação da Inducci está centrada na força de vendas, na presença no ponto de venda e nos cerca de um milhão de pacotes de açúcar Nicola consumidos por dia “uma ferramenta importante”, segundo o director-geral da Nutricafés. Como explicou João Dotti ao M&P, “não fazia sentido avançar já para campanhas de publicidade tradicional quando o produto ainda está a começar a ser posto à venda. Primeiro temos de fazer um trabalho de sapa”. A publicidade mass market está agendada para o próximo ano. A criação da marca, do packaging e dos materiais de comunicação são da responsabilidade da DraftFCB.

Deixe aqui o seu comentário