SIC com redacção multimédia

Por a 16 de Novembro de 2007

nova-imagem-sic-separador.jpgOs jornalistas da SIC vão passar a redigir primeiro as notícias para o suporte online, para depois fazerem as peças que passam na televisão. Os profissionais da estação de Carnaxide deixam assim de estar ligados a um só suporte, passando a trabalhar simultaneamente para várias plataformas, sendo que SIC, SIC Notícias e SIC Online passam a usufruir do contributo de todos os jornalistas da redacção. A maior diferença vai ocorrer no online, que passa de uma equipa de sete pessoas para um potencial de mais de 100 jornalistas. “Uma redacção multimédia é muito mais inteligente do ponto de vista de negócio”, justificou Ricardo Costa, director-adjunto de informação da SIC, quando falava ontem aos jornalistas sobre a nova estratégia de organização interna da estação.

A estratégia vai ainda mais longe, uma vez que progressivamente, a televisão da Impresa vai também distribuir telemóveis 3G com câmara de filmar a jornalistas da redacção, para que estes possam recolher e enviar ficheiros que poderão uma vez mais ser utilizados em qualquer um dos suportes. O objectivo é dar “mais valor a cada uma das plataformas”, prossegue José Gomes Ferreira, sub-director de informação da SIC.

A metamorfose operada na informação da SIC passa ainda pela remodelação dos estúdios. Na próxima segunda-feira vai para o ar o renovado Jornal da Noite agora com uma dupla de pivots: Clara de Sousa e Rodrigo Guedes de Carvalho. Na semana seguinte, a SIC Notícias passará também a ocupar aquele espaço. O novo estúdio permite uma “maior interactividade e soluções de apresentação mais dinâmicas”, explica Ricardo Costa. A renovação do estúdio foi feita internamente pela Bloom, sub-área da GMTS recentemente criada no seio da Impresa.

Deixe aqui o seu comentário