LPM compra Inforfi

Por a 19 de Novembro de 2007

A LPM acabou de adquirir o total do capital da consultora Inforfi. De acordo com Luís Paixão Martins, director-geral da LPM, esta operação alinha-se na estratégia de consolidação da agência de comunicação, na medida em que, diz, “o mercado de conselho em comunicação está suficientemente robusto e maduro para valorizar empresas com maior dimensão, mais recursos e mais serviços”.

A agência de João Belo deverá, no entanto, continuar a funcionar de forma autónoma mantendo a sua “identidade, equipa, competências e carteira de clientes”, como explica a LPM em comunicado. Uma autonomia que Luís Paixão Martins reforça nas suas declarações ao M&P, afirmando que João Belo “continuará a ser director-geral da Inforfi reportando directamente a mim”. Questionado sobre o montante que envolveu esta operação, Luís Paixão Martins afirma desconhecer valores.

Na área gráfica, audiovisual e de eventos institucionais, as duas agências irão partilhar uma plataforma comum, a Boston Media. Esta última resultou de um spin off da LPM, ocorrido há três anos, sendo actualmente dirigida por duas ex-directoras da consultora de Paixão Martins.

A aquisição da Inforfi inscreve-se no processo de crescimento da LPM, que passa igualmente pelo recrutamento de novos gestores de projecto para a agência, ainda a decorrer. A entrada dos reforços está prevista para a “segunda quinzena de Janeiro”, garante o responsável.
Questionado sobre eventuais novas aquisições, Luís Paixão Martins descarta essa hipótese, justificando que “somos uma empresa muito seca de quadros a operar numa área muito sensível em matéria de gestão de recursos humanos”. “Temos de ponderar muito este género de operações”, sintetiza.

Para 2008, o director-geral prevê um crescimento na ordem dos 20% na facturação. Este ano, conta fechar a actividade com 7,1 milhões de euros, valor que quer subir em 2009 para os 10 milhões.

Deixe aqui o seu comentário