Comunicação do Rock in Rio em contagem decrescente

Por a 13 de Novembro de 2007

mupi_mao.jpgA terceira edição do Rock in Rio Lisboa representa um orçamento de 25 milhões de euros, cabendo aos patrocinadores uma contribuição de 40% para o financiamento do projecto. O número foi avançado ontem por Rodolfo Media, vice-presidente da Better World, empresa brasileira que organiza o evento. O Millennium BCP continua como patrocinador principal do festival, enquanto os espaços reservados a outros patrocinadores estão ocupados pela Vodafone, 7Up, Toyota e Seguro Directo, que se estreia, ocupando o lugar da Sagres, que ostenta agora o título de cerveja oficial. Axe, Olá, Red Bull, Control e Triumph são outras das marcas já confirmadas, recebendo o estatuto de apoiantes. “Não tem um limite” para o número de marcas apoiantes, explicou Rodolfo Medina. “Mas também não queremos fazer [do Rock in Rio] um parque de stands de marcas”. O lugar de patrocinador para o projecto social do evento, desta vez dedicado ao meio ambiente, ainda não está fechado. Nas últimas duas edições, o lugar foi ocupado pela BP, com quem a Better World está “em negociações”, a par de outras empresas, que poderão assumir o título de patrocinador social.
A organização espera convencer 350 mil pessoas a deslocarem-se ao parque da Bela Vista, em Lisboa, nos dias 27 e 28 de Maio e 4, 5 e 6 de Julho de 2008. Para tal, arranca amanhã a primeira campanha de publicidade, presente em imprensa, televisão, rádio, cinema, internet e publicidade exterior, que assenta no conceito Eu Vou e no número três. A presença em meios da publicidade ao Rock in Rio está avaliada em 19 milhões de euros, sendo a maior fatia cabe aos media partners e parceiros. Em televisão o lugar é ocupado pela SIC, em rádio pelo grupo Renascença, na internet pelo Sapo, nos jornais pelo grupo Controlinveste e em revistas pela Edimpresa. Até à realização do evento, haverá mais de 10 momentos de comunicação do projecto Rock in Rio, que abrangem o projecto social, venda de bilhetes e divulgação de bandas.

Deixe aqui o seu comentário