Casa Decor atrai várias marcas

Por a 28 de Setembro de 2007

casadecor2.jpg A edição portuguesa da Casa Decor, dividida por Lisboa e Porto, está a mostrar-se como um palco privilegiado para as marcas realizarem eventos e acções de promoção. “Há três tipos de presença das marcas na Casa Decor: patrocínios, expositores e anunciantes na revista”, explicou ao M&P José Pedro Saporiti, director da Casa Decor Portugal. Entre os patrocinadores da edição deste ano da Casa Decor (CAD'07) encontram-se as Tintas Cin, a Lusotufo (empresa de pavimentos têxteis), a Coporgest, a Praedium e a SIC Mulher. Entre os expositores estão a BP que tem um pequeno jardim em que pretende mostrar os seus aquecimentos de exterior, a Beefeater que tem um bar, a Simon (domótica), a Sabonete (casa de banho), a BoConcept (interiores), a Companhia do Campo (interiores), a De Dietrich (electrodomésticos), o El Corte Inglés, a PT com o MEO, a Colonial Club, a Pedroso & Osório (tecidos), a Aldeco (tecidos e papeis de parede), a MovelSan e a Nespresso que instalou uma cafetaria onde oferece cafés.

casadecor3.jpgJosé Pedro Saporiti escusou-se a revelar os valores que cada marca investiu para marcar presença no evento, dizendo apenas que “o valor do patrocínio é cerca do dobro do expositor”.

“As marcas são contactadas pela Casa Decor que tem quatro pessoas no departamento de marketing”, disse José Pedro Saporiti. Mas há também, segundo este profissional, “cada vez mais marcas que nos contactam”. A presença das marcas no evento é importante já que “trazem dinamismo à casa e também muitos convidados”, explica o director do evento.

A Casa Decor Lisboa ocupa um prédio pombalino na esquina da Rua Garret com a Rua Ivens. A exposição abriu a 21 de Setembro e encerra a 21 de Outubro. Esta edição tem 55 espaços entre dois e duzentos metros quadrados, sendo seis dos espaços lofts. A edição do Porto foi inaugurada ontem, 27 de Setembro, na antiga fábrica EFANOR, junto ao NorteShopping.

casadecor.jpgA história das Exposições Casa Decor começa na Argentina em 1985, quando Mechita Malbran de Campos lançou em Buenos Aires a primeira Casa FOA. A ideia nasceu com dois objectivos: criar plataformas de difusão do design de interiores e da decoração e, por outro lado, angariar apoio financeiro e dar visibilidade à Fundação FOA, fundada por Jorge Malbran, oftalmologista, para apoiar pessoas invisuais. A faceta de solidariedade mantém-se nas edições internacionais.

Em Portugal as instituições beneficiadas têm sido, entre outras, a Cruz Vermelha Portuguesa, a Apatris e a Fundação do Gil.

Dois anos depois de ter sido criada na Argentina, teve inicio no Brasil, em São Paulo, com o nome de Casa Cor. No fim dos anos 90 o conceito foi importado para a Europa com o nome de Casa Decor. O evento já se realizou em Espanha (35 edições em Madrid, Barcelona e Valência), Milão, Londres e Miami.

Deixe aqui o seu comentário