Be One absorve Promanager

Por a 3 de Novembro de 2006

A Promanager – Comunicação Integrada e a Be One – Comunicação Live unificaram as suas equipas, operando sob o nome Be One. As agências, que já trabalhavam em parceria há cerca de dois anos, fundiram-se de forma a reforçarem sinergias no mercado da comunicação. O processo começou em Setembro, sendo que a fusão foi oficializada no início de Outubro.

“As empresas já colaboravam há dois anos em vários projectos, quer em termos de fornecedores quer como parceiras”, explica Frederico Rocha, actualmente director da Be One e ex-director da Promanager. A fusão “foi uma consequência natural porque o trabalho já existia, já havia casos de sucesso”, justifica o responsável quando questionado sobre os factores que levaram a esta união.

Com esta junção, a Be One, que absorveu a totalidade da equipa da Promanager, passa a poder oferecer aos seus clientes um serviço “chave na mão”, já que as componentes de comunicação e organização de eventos juntam sinergias para a activação da marca junto do consumidor. Assim, a agência passa a poder fornecer “um serviço mais integrado e completo porque juntos ganhamos força no mercado”, sublinha Frederico Rocha. A estratégia da agência passa, como afirma o responsável, por “sermos mais inovadores e originais e com a junção das duas agências conseguimos complementar uma série de serviços e estar mais próximos do consumidor”.

Deixe aqui o seu comentário

Be One absorve Promanager

Por a

A Promanager – Comunicação Integrada e a Be One – Comunicação Live unificaram as suas equipas, operando sob o nome Be One. As agências, que já trabalhavam em parceria há cerca de dois anos, fundiram-se de forma a reforçarem sinergias no mercado da comunicação. O processo começou em Setembro, sendo que a fusão foi oficializada no início de Outubro. “As empresas já colaboravam há dois anos em vários projectos, quer em termos de fornecedores quer como parceiras”, explica Frederico Rocha, actualmente director da Be One e ex-director da Promanager. A fusão “foi uma consequência natural porque o trabalho já existia, já havia casos de sucesso”, justifica o responsável quando questionado sobre os factores que levaram a esta união. Com esta junção, a Be One, que absorveu a totalidade da equipa da Promanager, passa a poder oferecer aos seus clientes um serviço “chave na mão”, já que as componentes de comunicação e organização de eventos juntam sinergias para a activação da marca junto do consumidor. Assim, a agência passa a poder fornecer “um serviço mais integrado e completo porque juntos ganhamos força no mercado”, sublinha Frederico Rocha. A estratégia da agência passa, como afirma o responsável, por “sermos mais inovadores e originais e com a junção das duas agências conseguimos complementar uma série de serviços e estar mais próximos do consumidor”

Deixe aqui o seu comentário