Superbrands junta concorrentes

Por a 6 de Outubro de 2006

superbrands

Entre as eleitas como Superbrands, encontram-se algumas marcas que disputam o mesmo segmento de mercado

Omundo das marcas reuniu-se para a apresentação oficial das Superbrands Portugal 2006. A competitividade foi posta de lado, juntando rivais que, todos os dias, lutam por uma maior quota de mercado. Ainda que fosse apenas por umas horas todos se juntaram para celebrar a excelência das marcas nacionais.

Foram 34 as marcas distinguidas pelo Conselho Superbrands, sendo que a 20 foi atribuído um rótulo de excelência, dividido pelas categorias de ouro, prata e bronze, círculos que “surgiram para destacar as marcas que mais se evidenciaram pelas suas óptimas classificações simultaneamente no indicador de familiaridade e nas oito dimensões de excelência”, esclareceu a MyBrand ao Meios & Publicidade.

São várias as marcas concorrentes que se encontram nestes círculos, sendo que a Sagres e a Super Bock encontram-se classificadas no círculo de excelência prata. “Acho que é bom para o consumidor português ter marcas de excelências. Elas não têm de estar todas na mesma empresa”, conta ao M&P Miguel Araújo, gestor da marca Super Bock. “Se há duas, três ou quatro marcas de excelência, isso diz respeito a quem as elegeu e acho que é vantajoso para o mercado português. Quanto mais marcas de excelência melhor. É natural que daqui por um ou dois anos tenha de haver um outro atributo que seja a super excelência e aí a Super Bock já tem pelo menos o Super”, comenta Miguel Araújo. Para a Central de Cervejas, na voz de Francisco Belo, inovation brand manager da Sagres, esta classificação de prata nos círculos de excelência “reflecte o trabalho de toda a equipa que está por detrás da marca, não só as pessoas que trabalham especificamente a marca, mas também as pessoas que esão na fábrica, na produção e no ponto de venda. Significa o esforço de todo o trabalho que desenvolvemos para agradar e ir de encontro ás necessidades do consumidor e dos nossos clientes. Significa que o que estamos a fazer está a ter retorno”. Para o responsável, o estar lado a lado com a Super Bock merece á Sagres respeito. “Acima de tudo, respeitamos os nossos concorrentes e esse é um princípio que temos. Há coisas que eles fazem bem, da mesma maneira que há coisas que nós fazemos bem. Nesse aspecto, o consumidor tende a perceber essas características. Penso que relativamente aos últimos dois anos temos trabalhado bastante bem no sentido de nos aproximar-mos do consumidor e não ter tanto a preocupação de sermos diferentes ou em que é que nos temos de distanciar da nossa concorrência”, refere o invation brand manager da Sagres.

Para além do sector das cervejas, a Unicer e a Central de Cervejas são ainda rivais nas águas. A Vitalis e a Luso foram distinguidas como Superbrands nacionais, embora em categorias de excelência diferentes – a Vitalis foi prata, enquanto que a Luso foi bronze. Uma diferença que não acolhe contrariedades, já que para Rafael Pinto, responsável pelo negócio das águas e refrigerantes da Unicer, tudo passa por respeitar a concorrência. “No concurso Superbrands os consumidores elegeram as duas, o que é sinal que ambas têm o respectivo valor para estar aqui. Sobre a diferença entre Vitalis e o nosso concorrente diria que ambas têm um percurso semelhante e têm uma política de inovação, mas como Portugal tem um número elevado de marcas de águas, estar neste momento aqui ex-equo com a marca líder é, para nós, um motivo de orgulho”. Uma posição partilhada na Unicer. “Damos obviamente os parabéns á concorrência. O trabalho de ambas as marcas tem sido distinto. Aliás, o próprio consumidor distingue as marcas. A Luso surge como a marca eleita dos consumidores, porque é a que tem mais notoriedade. É a marca em que os portugueses mais confiam e a que atribuem mais características inerentes a uma água natural”, explica Sofia Meira, inovation brand manager da Luso, salientando que “é bom que os profissionais tenham também seleccionado a marca da concorrência, mas a Luso é, de facto, a preferida dos consumidores”.

No sector das telecomunicações a Vodafone alcançou o ouro no círculo de excelência, enquanto a Optimus ficou pela prata. Uma classificação que para Pedro Caldas, manager de patrocínios e eventos da Vodafone ” é uma grande honra para a Vodafone ser considerada uma Superbrand. É um reconhecimento de um trabalho na comunicação da Vodafone e um trabalho de construção da marca que é fruto de um trabalho de uma vasta equipa dentro da Vodafone que trabalha as mais diversas áreas. Aquilo que constitui uma marca é no fundo o comportamento de todos os colaboradores da empresa e é muito bom ver o trabalho destas pessoas reconhecido”.

Ser Superbrand é?

“Representa ser uma marca de excelência e uma marca de excelência é uma marca relevante junto do consumidor alvo. É uma marca que tem uma história, um património, uma marca moderna e que é útil aos consumidores portugueses”, explica Rafael Pinto. Tal como acontece com as restantes marcas consultadas pelo M&P, a Vitalis ainda não sabe exactamente o que irá fazer como o “selo” Superbrand, embora admita a aplicação nos packgings ou em peças de comunicação.

O reconhecimento da história da marca e do que tem feito junto do consumidor é, também para Sofia Meira, um dos factores de destaque na atribuição do rótulo Superbrand. “Acima de tudo somos uma marca com uma história que tem já mais de um século e ser uma Superbrand prova que somos a escolha dos profissionais e também a escolha dos consumidores, o que significa que estamos a fazer um trabalho excelente”, refere a inovattion brand manager da Luso. Qualidades que são também destacadas por Francisco Belo, que assume que a classificação da Super Bock como marca de excelência é “a confirmação da qualidade da própria marca e nesse aspecto o ‘selo’ Superbrand vem no sentido de apoiar-nos no esforço pela qualidade, pela melhoria do produto, do serviço e da oferta. Isto é mais um aspecto a apoiar-nos nesse sentido”.

Personalidade da marca

O Ingénuo

Bom Petisco, Cif, Continente, CTT, Delta, Dove, Gazela, Halibut, Jogos Santa Casa, Lanidor, Liminano, Luso, Pedras Salgadas, Vitalis e Toblerone

O Comum

Bom Petisco, Cif, Continente, CTT, Limiano, Público, Remax, Securitas e Vitalis

O Dirigente

Bom Petisco, Brisa, Cif, Continete, CTT, Delta, Galp Energia, Médis, Millenium bcp, PT, Público, Remax, Securtias, Worten e Via Verde

O Anti-sistema

Brisa, McDonald's, PT, Remax e Sport Lisboa Benfica

O Aventureiro

Brisa, Clix, Delta, Gazela, Optimus, Pedras Salgadas, Sagres, Super Bock Via Verde, Visão e Vodafone

O Mestre

Bom Petisco, Cif, Continete, CTT, Delta, Halibut, Limiano, Luso, Médis, Millenium bcp, Público, Visão e Worten

O Criador

Clix, Lanidor, McDonald's, Optimus, Super Bock, Via Verde, Voafone e Worten

O Bom Vivant

Clix, Gazela, Jogos Santa Casa, McDonald’s, Optimus, Sagres, Sport Lisboa Benfica, Super Bock, Toblerone e Vodafone

O Apaixonado

Dove, Lanidor e Toblerone

O Atencioso

Halibut, Jogos Santa Casa, Médis e Securitas

O Vencedor

Clix, Galp Energia, Jogos Santa Casa, Millenium bcp, Optimus, Público, Remax, Sagres, Sport Lisboa Benfica, Via Verde, Visão e Vodafone

O Mago

Toblerone

Círculos de excelência

Ouro McDonald’s e Vodafone

Prata Optimus, Sagres, Vitalis, Continente, Worten e Super Bock

Bronze Clix, Jogos Santa Casa, SL Benfica, Securitas, Luso, Público, Dove, Brisa, PT, EDP, Galp Energia e CTT

Deixe aqui o seu comentário