NBP e rádio de informação prioridades na Media Capital

Por a 23 de Junho de 2006

Com a TVI a liderar as audiências e ainda sem decisões aparentes na área das revistas, as prioridades da Media Capital são a NBP e o Rádio Clube, gradualmente de informação

Transformar a NBP numa “grande produtora ibérica”, e não só de ficção, é uma das principais prioridades da nova administração da Media Capital. Num almoço com jornalistas, Manuel Polanco, administrador-delegado da holding, e Miguel Gil, administrador com o pelouro dos conteúdos, explicaram que o objectivo é duplicar no espaço de três anos os minutos de produção da NBP, ampliar o leque de clientes, mesmo em território nacional, e apostar na exportação de conteúdos para outros mercados, em especial para o Brasil e para Espanha. Entretanto, Bernardo Bairrão, administrador financeiro da TVI, passou a acumular o cargo na estação de televisão com a administração da NBP, que em Setembro do próximo ano deve colocar no ar o seu primeiro reality-show. Nas próximas semanas, e segundo estes responsáveis, deve ser formalizada a NBP / Bandeirantes, produtora detida a 50% pela NBP e pela estação brasileira. Com a TVI a liderar as audiências, a única alteração que a administração da Media Capital afirma estar a estudar é uma eventual redução do tempo do Jornal Nacional e o reforço da programação na hora do almoço e pós almoço, um “espaço comercial criado pela RTP” com a transmissão das duas últimas novelas brasileiras. Quanto a eventuais alterações na direcção da estação, os dois administradores deixaram claro que o objectivo era manter José Eduardo Moniz, “o nosso craque”.

A rádio de informação é outra das prioridades da Media Capital. Manuel Polanco e Miguel Gil acreditam que o investimento publicitário pode crescer neste meio e, já em Setembro, a Rádio Clube dará mais um passo no sentido de se tornar a rádio de informação do grupo. Luís Osório estará á cabeça do projecto e Emídio Rangel, que durante vários meses foi apontado como director do mesmo, funcionará como consultor quando a administração da Media Capital julgar necessário, o que já aconteceu.

Deixe aqui o seu comentário